A Targit, multinacional dinamarquesa especializada em ferramentas de Business Intelligence (BI), anunciou o lançamento do seu programa voltado a startups de todo o Brasil. A ideia da empresa é atuar diretamente neste mercado seleto e de fomento à inovação, promovendo novos modelos de negócios, apoio, consultoria e licenças gratuitas de sua plataforma de BI & Analytics, que poderão ser utilizadas pelas empresas em um período de seis meses a dois anos.

Entre os desafios de uma startup estão o desenvolvimento rápido e o investimento necessário para se ter a primeira versão da oferta e o aceso ao mercado alvo. “Nos modelos atuais dos fornecedores de tecnologia fica muito caro para uma startup desenvolver suas ofertas utilizando de tecnologia de classe mundial”, destaca Allan Pires, CEO para a América Latina & Texas da multinacional. Para facilitar o desenvolvimento de novos empreendimentos é que a Targit lança sua primeira versão do programa de aceleração de startups.

Os participantes aprovados neste processo poderão desenvolver suas ofertas utilizando de todas as tecnologias da companhia, optando por um modelo de pay as you grow após sua operação começar a se rentabilizar. Para a montagem deste modelo, a Targit oferecerá mentoria em estratégia, plano e modelo de negócio, uso, tecnologia e demais assuntos importantes para o sucesso do projeto.

Além de mentoria, a multinacional será responsável por oferecer participação em conselhos, apoio na distribuição das soluções no mercado nacional e internacional, além de investimento direto na empresa por meio da holding PA Glocal, atuante na localização de novas e impactantes inteligências para serem distribuídas e aplicadas aos clientes e parceiros, com a missão de criar valor aos negócios.

Para isso, serão avaliadas as necessidades e cenário de cada startup mediante inscrição pelo e-mail atendimento@targitbrasil.com. “Para participar do processo de seleção, serão avaliados os materiais de apresentação da startup e business plan. Não restringiremos as inscrições por região ou estilo de negócio. O nosso principal objetivo é trazer para perto de nós as ideias mais inovadoras e consistentes, ligadas à transformação digital e que, também, entendam a importância do Analytics para impulsionar os negócios”, diz Allan.

Serão selecionadas de 5 a 10 startups para participar do programa, passando por uma pré-avaliação do perfil para entender se a empresa atende aos seguintes requisitos: proposição de valor válida; mercado a ser atendido; potencial de mercado; importância do Analytics na oferta; perfil dos empreendedores e plano de negócios.

Após avaliação, escolha e aceleração das empresas, as startups poderão continuar utilizando a plataforma de Analytics, em um modelo chamado pay as you grow. “A startup terá todo o nosso apoio e poderá desenvolver junto conosco a melhor forma de pagamento e uso futuro da plataforma conforme o seu crescimento”, finaliza Allan, que prevê para o segundo semestre de 2017 fortes parcerias com este ecossistema.