* Por Exame.com

Um carro autônomo vai patrulhar as ruas de Dubai, nos Emirados Árabes, até o final de 2017. O veículo vai ajudar a polícia local, que tem 17 mil pessoas, a encontrar suspeitos de crimes.

O veículo é chamado O-R3 é feito pela empresa Otsaw Digital e conta com câmeras e sensores para identificar os procurados. Os dados serão enviados para uma central policial que tomará as medidas necessárias ao encontrar um suspeito.

Monitoramento: dados do veículo são enviados para central policial (Otsaw Digital/Divulgação)

O O-R3 é um carro autônomo pois dispensa motoristas e pode até mesmo voltar para sua base de recarga de energia automaticamente quando for necessário. Para andar por aí sem atropelar a tudo e a todos, o automóvel conta com sensores a laser, tanto 2D quanto 3D. Câmeras que filmam em HD também equipam o veículo, além de câmeras termais.

Patrulha: O-R3 tem câmeras e sensores para identificar problemas e suspeitos (Otsaw Digital/Divulgação)

Como indica o Circuito D, o veículo é um robô que poderá “roubar empregos” de humanos e não precisa de férias, nem vai reivindicar aumentos de salários.

O objetivo da empresa junto ao Estado é que os carros autônomos representem 25% da força policial até 2030, ou seja, dentro de 13 anos.

Os robôs podem mesmo encontrar espaço nos Emirados Árabes. Uma espécie de Robocop foi anunciada no começo de junho. Ele tem sensor de reconhecimento facial e seu objetivo é encontrar suspeitos, assim como no caso do carro autônomo da Otsaw Digital.

Veja o vídeo de divulgação do O-R3 a seguir:

* Por Lucas Agrela, para Exame.com