A 99 venceu a licitação da Prefeitura de São Paulo para prover transporte a mais de 15 mil servidores públicos. Assinado na última sexta-feira (07), o contrato tem valor de R$50 milhões e duração de 12 meses, com a possibilidade de extensão para mais 12 meses. A parceria deve reduzir gastos atuais da prefeitura com a mobilidade dos funcionários em R$120 milhões por ano.

“Este contrato será capaz de substituir uma frota de 2 mil carros que ficam alocados para o transporte exclusivo dos servidores. Além de reafirmarmos o compromisso da startup de ser protagonista em mobilidade urbana, estamos oferecendo maior governança, transparência e racionalização dos recursos públicos”, afirma Leandro Barankiewicz, diretor da área corporativa e novos negócios da 99. “Essa diferença poderá ser aplicada em outras áreas como saúde, educação e moradia tão necessárias para a população”.

Para permitir a forte de redução dos gastos para a Prefeitura de São Paulo, a proposta da 99 oferece uma tarifa de R$2,46 por quilômetro rodado para a estimativa de 1,7 milhões de quilômetros rodados por mês. O atendimento será realizado por uma frota com mais de 70 mil carros entre táxis e 99POP – a solução de transporte particular da empresa.

“Este passa ser o maior contrato corporativo da 99 e acreditamos que outros municípios poderão seguir o exemplo de São Paulo”, aponta o executivo ao ressaltar a importância da parceria para a startup.

A parceria abre precedentes para a atuação da 99 em outros municípios do estado e mesmo do País, acelerando a estratégia de expansão da startup que, desde o começo de 2017, captou mais de US$200 milhões em uma rodada de investimentos liderada pela gigante chinesa Didi Chuxing, do fundo norte-americano Riverwood e da japonesa Softbank.