A fintech Nibo, plataforma online de controle financeiro para empresas de pequeno e médio porte, anunciou a chegada de um novo fundo de Venture Capital no seu quadro societário. A Vostok Emerging Finance, fundo global focado em fintechs, liderou a nova rodada de captação primária, da qual também participaram os fundos já acionistas Redpoint Eventures e Valor Capital Group. O investimento totaliza cerca de R$20 milhões, que será usado no desenvolvimento de novas funcionalidades e na expansão comercial.

A empresa, que lançou a primeira versão do seu software de gestão financeira para pequenas empresas em 2012, colhe os frutos de uma estratégia inovadora. A equipe, liderada pelo CEO e cofundador Gabriel Gaspar, decidiu abraçar o desafio de apoiar um profissional pouco valorizado no Brasil, o contador. “Muito se fala sobre a dificuldade de se gerenciar uma pequena empresa, o que pouca gente sabe é que o contador pode e deve ser um grande aliado nessa tarefa. Gerenciar o próprio escritório contábil é um desafio enorme, muitas vezes maior que o da pequena empresa. Para ajudarmos o pequeno empresário, temos que ajudar também o contador, e promover a integração e diálogo eficiente entre eles. Foi com isso em mente que desenvolvemos as novas ferramentas do Nibo” afirma Gabriel.

De acordo com um levantamento da PwC, as empresas no Brasil gastam atualmente cerca de 2.600 horas por ano para trabalhando em suas obrigações contábeis e tributárias. É quase dez vezes mais do que a média mundial.

Essa aposta vem se mostrando acertada e a empresa conta hoje com uma rede de mais de 2 mil empreendedores contábeis, que utilizam o Nibo tanto para seus próprios escritórios quanto recomendando para seus milhares de clientes, oferecendo uma experiência muito superior de atendimento contábil.

“O contador que só entrega guia de impostos para o seu cliente está morrendo. Nossos parceiros são empreendedores contábeis de verdade, antenados no avanço tecnológico e que oferecem consultoria financeira sofisticada aos seus clientes usando nosso software. Eles ajudam seus clientes a aumentar seus lucros e a navegar pela crise, sabendo na ponta do lápis como está a saúde financeira deles”, explica o CEO.

“Estamos muito entusiasmados em fazer nosso segundo investimento no Brasil e nosso primeiro investimento num software voltado para contabilidade”, diz o diretor do Vostok Emerging Finance, Dave Nangle. “O que nos chamou a atenção foi o grande potencial do Nibo em oferecer vários serviços financeiros para PMEs, que ainda são mal atendidas no país. O Gabriel e toda a equipe Nibo nos impressionaram desde o começo e estamos ansiosos em fazer parte dessa trajetória de sucesso”.

A equipe do Nibo segue à risca sua receita, levando a gestão financeira a sério: a empresa alcançou o ponto de equilíbrio, o chamado “break-even,” ainda antes de levantar a rodada, o que é algo raro entre startups. O equilíbrio financeiro foi atingido ao crescer a receita da empresa 3 vezes ano sobre ano, com um controle rigoroso das despesas. Como a empresa não queima caixa para operar, empregará os recursos levantados exclusivamente na expansão de suas atividades comerciais e no desenvolvimento de novas tecnologias.

“O Nibo é uma estrela de excelência em execução. Possui um time experiente e comprometido. E atua forte usando tecnologia para resolver um problema grave que aflige as empresas Brasileiras, a falta de controle financeiro, causa frequente de mortalidade dessas empresas. Os resultados do Nibo são encorajadores, e estamos todos animados com o novo investimento, que permitirá a aceleração do ritmo de expansão”, diz o sócio da Redpoint eventures, Anderson Thees.

Além da Redpoint eventures, o Valor Capital Group também já era investidor na empresa e agora volta nesta nova rodada. “Nos últimos anos, o Nibo desenvolveu produtos que resolveram grandes problemas para empresas e contadores por todo o Brasil. Isso vem se provando com o rápido aumento do número de usuários do software e dos inúmeros relatos de satisfação a que temos acesso. Estamos bem animados em garantir ao Gabriel e ao time Nibo o suporte e os recursos necessários para que eles possam acelerar ainda mais o crescimento da empresa”, afirma Antoine Colaço, sócio do Valor. “A oportunidade de mercado é grande e acreditamos que a tecnologia Nibo está aperfeiçoando indústria de serviços e fazendo com que ela fique cada vez mais eficiente”, completa.