O BrazilLAB abre inscrições para receber projetos de startups que solucionem grandes desafios dos municípios brasileiros. Esta é a segunda edição do programa e para este ano as soluções das startups precisam ser relacionadas a três áreas: equilíbrio fiscal, agricultura urbana e comunicação.

O BrazilLAB é um hub de inovação que acelera ideias e conecta empreendedores com o poder público. O programa oferece mentoria especializada, workshops, networking, visitas em campo e participação em rodada com investidores. Ao final do programa, o vencedor receberá um prêmio financeiro e apoio da equipe do BrazilLAB na aproximação com a poder público para a implantação dos projetos nas prefeituras.

O programa faz parte do CLP (Centro de Liderança Pública e é patrocinado pelo Bank of America Merrill Lynch, E.Bricks e Instituto Betty e Jacob Lafer. Entre os parceiros, conta com instituições como Fundação Brava, Comunitas, Endeavor, Start-Up Chile e Microsoft.

Na última edição, foram mais de 600 projetos inscritos, sendo 11 selecionados para participarem de laboratório. Em 2016, as soluções foram voltadas para educação, sustentabilidade ambiental e saúde. As startups finalistas já estão em negociação com prefeituras como Santo Antônio do Pinhal, Botucatu e Salvador para colocarem em prática as ideias de inovação.

Desafios

Equilíbrio fiscal de municípios

Como se sabe, o Brasil vem enfrentando uma das maiores recessões de sua história. Os impactos espalharam-se pelo país, e os municípios foram pegos em cheio. Assim sendo, o primeiro desafio proposto é o de promover soluções que auxiliem na redução de despesas dos municípios e incentivem o papel fiscalizador do cidadão sobre as contas das prefeituras.

Agricultura urbana

Mantendo-se o ritmo de crescimento populacional, em 2050, o mundo terá 9 bilhões de pessoas — sendo que 70% viverão em centros urbanos. Assim, será necessário produzir alimentos em locais mais próximos de onde as pessoas moram e vivem. Entre outros fatores, vem daí a relevância da agricultura urbana.

E foi em consideração a este cenário que o programa lançou o desafio de promover soluções para o fomento da agricultura urbana nos municípios brasileiros. Como a tecnologia pode fomentar esta prática? Como soluções inovadoras podem conectar agricultores urbanos e cidadãos? Os empreendedores estão convidados a propor soluções para estas perguntas.

Comunicação: Interação entre cidadãos e municípios

No ranking de e-participation da ONU, que mede a interação entre poder público e cidadãos, o Brasil ocupa a 37a posição. Para se ter uma ideia, o Reino Unido — que lidera a lista –, publica praticamente todas as suas propostas no site gov.uk. E quase três mil medidas contaram com a participação dos cidadãos — ou estão em processo de consulta.

É para aprimorar a interação entre cidadãos e municípios por aqui que o BrazilLAB lança o terceiro desafio. Nele, startups de comunicação deve propor soluções que orientem prefeitos e setor público a utilizar canais digitais e mídias na promoção (de forma consistente) da visão para o desenvolvimento das cidades.

As inscrições para o BrazilLAB vão até 5 de julho pelo site da iniciativa. Para participar do laboratório, serão selecionados 10 projetos de startups, de acordo com os critérios definidos. Serão quatro ciclos de atividades presenciais que vão de setembro a dezembro. O vencedor será conhecido durante avaliação de banca julgadora.