*Por Nils Kauwertz

Todo empreendimento busca aumentar o número de clientes e, ao mesmo tempo, fidelizar a clientela que já conhece seus produtos ou serviço. Esse processo se tornou mais fácil com a expansão dos canais de comunicação entre empresa e consumidor.

A tecnologia trouxe diversos meios para cultivar um relacionamento com o cliente, apresentar promoções e ofertas, além de abrir a possibilidade do empreendedor alcançar um público-alvo ainda maior. Atualmente, as redes sociais são os meios mais utilizados para conectar empresas e clientes, mas não são os únicos.

O E-mail Marketing já foi a grande ferramenta de interação entre empresa e clientes, porém, a expansão maciça das mídias sociais tirou parte do espaço desse meio que se mostra ainda muito útil. Segundo uma pesquisa realizada pela McKinsey & Company, um e-mail é 40 vezes mais efetivo para aquisição de novos clientes do que redes sociais.

Gráfico da pesquisa realizada pela consultoria americana GetResponse

Criar uma linha direta entre você e seu público-alvo pode ser uma das ações mais estratégicas para criar novos clientes e manter os que já existem atualizados das novidades e ofertas. O E-mail Marketing é uma das ferramentas mais seguras, baratas e rentáveis do marketing digital. A grande vantagem é que ele entrega seu conteúdo a toda lista de contatos, sem nenhuma alteração ou influência externa.

Mesmo com tantos pontos positivos é necessário saber como utilizar o E-mail Marketing. Muitas empresas e empreendedores caem na tentação de encher a caixa de entrada de seus contatos com promoções, promoções e mais promoções. Esse é o caminho mais curto para entrar na lista de spam e ver seu público pedindo para sair da sua lista de contatos.

Aqui vão algumas dicas e simples que vão te ensinar a utilizar o E-mail Marketing de maneira prática e efetiva:

1 – Defina suas metas e objetivos

Antes de começar a disparar e-mails para seus clientes você precisa ter em mente os objetivos que deseja alcançar.

O que você deseja ao enviar um e-mail para seus clientes? Aumentar suas vendas, gerar mais engajamento com o público, conhecer quem te acompanha, oferecer descontos e promoções, promover eventos. Escolha bem sua mensagem e obtenha resultados reais.

Depois, defina uma meta clara, por exemplo, você pode desejar um aumento de 10% em alguma taxa de conversão em um mês.

Com os objetivos e as metas definidos fica mais fácil saber qual caminho seguir e como será seu e-mail.

2 – Segmente o seu público

Você já definiu um objetivo, agora, escolha quem vai recebê-lo.

Vamos supor que você tenha uma loja de roupas, tanto femininas quanto masculinas. Um passo importante é segmentar o seu público de maneira correta. Não adianta nada enviar um e-mail sobre “roupa íntima masculina” se o cliente que está recebendo é uma mulher.

Lembre-se: definir um objetivo facilita na hora da segmentação.

3 – Utilize a automação

Existem softwares que têm o objetivo de automatizar o marketing da sua empresa.

Você pode associar a ferramenta de automação com seus testes e as análises de métricas.

Uma delas é a Active Campaign que faz automação de marketing que é uma excelente ferramenta, além disso ela é totalmente em português e fácil de usar.

4 – Analise o comportamento do seu público

Algumas ferramentas de automação de marketing oferecem dados estatísticas sobre os e-mails que você envia, eles não estão ali à toa, você tem que analisar e criar relatórios. Por quê?

Depois que você definir seus objetivos, segmentar seu público e utilizar alguma ferramenta de automação a máquina do e-mail marketing começa a funcionar, mas você não pode simplesmente continuar enviando sem saber como as coisa estão funcionando.

Analise as taxas de aberturas e cliques de todos os e-mails que enviar.

Por exemplo, você enviou um e-mail sobre algum artigo novo que publicou no seu site ou blog, mas poucas pessoas o abriram, talvez o problema esteja no assunto, teste novamente e lembre-se: o assunto precisa gerar curiosidade ou interesse em seus clientes.

Pode ser que a taxa de abertura seja alta, mas a taxa de cliques não, verifique se fez a segmentação correta.

E não se esqueça: o segredo é testar, testar, testar e testar.


Nils Kauwertz, CEO & Cofundador: Apaixonado por marketing, empreendedorismo, educação e tecnologia, fundou a Wunder Digital. Acredito que a educação e tecnologia estão ligadas para revolucionar as micro, pequenas e médias empresas do Brasil. Quer bater um papo? Pode me conectar no Linkedin: Nils Kauwertz