Ontem aconteceu o primeiro dia do F8 2017, evento anual do Facebook onde desenvolvedores se reúnem para explorar o futuro da tecnologia. Mais de quatro mil pessoas participaram do evento no Centro de Convenções McEnery, em San Jose, Califórnia, e milhões de pessoas assistiram a apresentação via Facebook Live.

Mark Zuckerberg abriu a conferência com uma apresentação sobre como a câmera é a primeira plataforma de massa para realidade aumentada. As pessoas já usam câmeras em seus aparelhos para escrever texto sobre imagens, adicionando objetos e modificando coisas existentes com filtros de face e adesivos. É por isso que a companhia anunciou a Camera Effects Platform, dando aos desenvolvedores a oportunidade de construir ferramentas de realidade aumentada para a câmera, e conectando as pessoas de maneiras diferentes.

A primeira parte do F8 também trouxe as apresentações de Mike Schroepfer, diretor-executivo de tecnologia; Deb Liu, vice-presidente de plataforma; Rachel Franklin, diretora de VR Social; Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos; e David Marcus, vice-presidente de produtos de mensagens.

Camera Effects Platform

O Facebook está oferecendo um conjunto de ferramentas criativas para dar à comunidade de artistas e desenvolvedores da rede o poder de criar um espectro completo de efeitos para a nova câmera do Facebook, desde molduras simples de fotos até efeitos mais interativos e máscaras, usando o que há de mais novo em tecnologias de realidade aumentada.

A Camera Effects Platform inclui dois produtos: o Frames Studio e o AR Studio. O primeiro é um editor on-line, agora disponível globalmente, que permite criar molduras para as fotos de perfil ou para a nova câmera do Facebook. Já o segundo, agora aberto para aplicações beta, pode ser usado para criar máscaras, efeitos de script, molduras animadas e outras tecnologias de realidade aumentada que reajam ao movimento, ao ambiente ou às interações durante transmissões ao vivo.

Facebook Spaces

Facebook Spaces é um novo aplicativo de realidade virtual, onde o usuário pode estar com os amigos em um ambiente virtual interativo, como se todos estivessem na mesma sala. O Facebook Spaces foi lançado em beta para o Oculus Rift ontem, durante o primeiro dia do evento.

Com o Facebook Spaces é possível visualizar conteúdos disponíveis no Facebook em realidade virtual, incluindo vídeos em 360 graus e fotos que podem transportá-lo para novos lugares. “Você pode desenhar no ar com um marcador virtual, que permite criar qualquer coisa, desde um chapéu decorativo até um tabuleiro de jogo da velha”, diz a empresa.

O Facebook Spaces permite que o usuário ligue para um amigo no mundo real a partir de chamadas de vídeo pelo Messenger, para que se possa trazer ainda mais pessoas para o espaço de realidade virtual. Outras pessoas podem atender sua ligação no telefone delas e instantaneamente abrir uma janela em seu mundo virtual.

Developer Circles

Foi anunciado também um novo programa criado para que desenvolvedores em todo o mundo se conectem, aprendam e colaborem. O Developer Circles é um programa liderado pela comunidade, aberto para qualquer pessoa e gratuito. Cada Developer Circle é liderado por membros da comunidade local que atuam como líderes para o grupo, organizando eventos presenciais e gerenciando uma comunidade online no Facebook.

Os Developer Circles são fóruns para compartilhar conhecimento, colaborar, construir novas ideias e aprender sobre as últimas tecnologias do Facebook e outros líderes da indústria.

Places Graph

O Facebook lançou também o Places Graph, ferramenta que fornece acesso gratuito a dados em mais de 140 milhões de lugares ao redor do mundo. Esses lugares incluem todo tipo de local, desde espaços públicos e parques, até restaurantes e pequenos varejistas em geral.

As informações podem incluir nomes dos estabelecimentos, endereços, fotos, avaliações de consumidores no Facebook e muito mais. Aplicativos podem usar os dados para criar experiências locais que ajudem pessoas a descobrir mais sobre onde estão, para poderem tomar melhores decisões sobre aonde ir e o que fazer.

Identidade

Se você tem um aplicativo e um bot do Messenger, o Facebook facilita a conexão com quem usa os dois. A nova API da companhia permite que o usuário mapeie entre o login do Facebook e uma identificação do Messenger, para que possa atender seus clientes sem problemas em ambas as experiências.

Facebook Analytics

O Facebook Analytics – anteriormente conhecido como Facebook Analytics para Aplicativos – é um produto gratuito para acessar dados demográficos e medir o comportamento de clientes em todos os canais. Ontem, anunciaram novos recursos projetados para a compreender e otimizar a jornada completa do cliente por meio dos canais usados para interagir com ele, como um aplicativo e um site.

A nova ferramenta de Insights Automatizados usa aprendizado avançado de máquinas e inteligência artificial para acompanhar insights como alterações em compras de uma nova versão do seu aplicativo ou variações no engajamento entre pessoas de diferentes cidades.

Messenger

Desde o lançamento da plataforma do Messenger há um ano, ela se tornou um importante canal para empresas, desenvolvedores e consumidores. O ecossistema tem mais de 1,2 bilhão de pessoas, 100 mil desenvolvedores, 100 mil bots ativos mensais e até dois bilhões de mensagens enviadas entre pessoas e empresas no Messenger todos os meses.

Alguns dos novos recursos e ferramentas avançadas anunciados ontem incluem:

– Uma nova área de Discover que permite encontrar bots no Messenger de uma maneira intuitiva, diretamente da tela inicial do Messenger. Também permitimos a descoberta no mundo físico com novos códigos paramétricos do Messenger. Isso dá às pessoas a opção de digitalizar Códigos do Messenger através da câmera do app.

– Extensões de bate-papo, permitindo que várias pessoas conversem com o mesmo negócio ao mesmo tempo. É possível agora adicionar um bot diretamente em um grupo, compartilhando a conversa e a experiência.

– O assistente de inteligência artificial do Messenger, M, agora permite encomendar pedidos pelo site delivery.com. Por exemplo, se você estiver conversando com amigos sobre o que escolher para jantar, M irá sugerir fazer um pedido. Toda a experiência pode ser feita no Messenger, desde o pedido até o pagamento.

– Novas funcionalidades para jogos no Messenger, incluindo bots de jogos e muito mais.

– Respostas inteligentes que ajudam páginas a responder às perguntas mais frequentes recebidas por pequenas empresas, como horário de funcionamento e detalhes de contato.

– Protocolo de entrega, uma nova maneira para que empresas trabalhem com vários desenvolvedores para diversas experiências no Messenger.

Para acompanhar todos os anúncios do primeiro dia do evento, assista abaixo:

Fonte: Facebook