* Por Matthew Gharegozlou

Você provavelmente já ouviu falar sobre o déficit de competências. Estamos sendo constantemente alertados de que a força de trabalho não possui as qualificações certas para as exigências de hoje e promete ser ainda pior equipada no futuro.

Aparentemente, não há talento suficiente. Sergio Sgobbi, diretor de relações institucionais da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), explica que o setor de TI tem aumentado seu espectro de atuação porque também o número de pessoas com acesso a novas tecnologias tem crescido – e isso amplia a demanda por profissionais.

“A necessidade de gente qualificada tem crescido, mas também o rigor no processo de contratação e as exigências técnicas para trazer novos funcionários”, diz. “É por isso que falta gente.”

E mais: a tecnologia está criando profissões que não existiam até pouco tempo atrás. Formar essas pessoas leva tempo. “Há três anos, analista de mídias digitais era uma profissão que não existia”, exemplifica Sgobbi. “O profissional de TI tem que ter clareza de que será eterno refém do aprendizado.”

Mas o talento existe, as empresas só precisam ser um pouco mais perspicazes com a forma como constroem essas habilidades.

A escassez de especialistas em TI não é uma característica exclusivamente brasileira. Mas o Brasil aparece na 38º posição em um ranking que avalia os países com melhores programadores. O primeiro da lista é a China, seguida pela Rússia e pela Polônia.

A lista foi criada pela empresa californiana HackerRank, que oferece desafios para programadores de software e gerou resultados com base em dados coletados em sua plataforma online ao longo dos últimos anos.

Os resultados partem da avaliação de uma combinação de velocidade e taxa de acertos dos 1,5 milhão de programadores que a empresa diz ter em sua base de usuários.

O que a maioria das empresas precisa fazer é mudar suas perspectivas e abordagem para encontrar o talento de que precisam. Os desenvolvedores são um recurso vital – cada negócio é um negócio de tecnologia, afinal – e crucial para o sucesso, conduzindo negócios e transformação digital. Uma mistura de ferramentas de tecnologia e processos de recrutamento irá garantir que você tenha tudo o que precisa para prosperar.

Esqueça o ‘Candidato Perfeito’, ensine habilidades

Não existe o desenvolvedor ideal. Qualquer processo de recrutamento começa com o conjunto de habilidades desejadas que devem levar de volta a um problema a ser resolvido. O desenvolvimento de software é baseado em fortes habilidades, facilmente definidas e compreendidas. Precisa de um aplicativo para Android? Obtenha um desenvolvedor Java. Procurando um aplicativo para iOS? Então seria um Objective-C e Swift.

Não importa o quão bom um desenvolvedor seja, se eles não se especializam no idioma que você está procurando, eles não são adequados, certo? Até certo ponto, sim.

É bem verdade que você não pode treinar completamente cada novo desenvolvedor em um novo idioma – que seria como a contratação de um falante nativo alemão para um papel que requer mandarim. No entanto, com um pouco de pensamento lateral, você pode encontrar certas habilidades que são muito mais facilmente transferidas do que você imagina.

Ficar preso a uma especificação de trabalho poderia ser a diferença entre encontrar um candidato que se encaixa na cultura da sua empresa e não encontrar um candidato bom em tudo. Forneça ferramentas para fazer o trabalho.

O que precisa ser feito é equipar suas equipes de desenvolvimento com as ferramentas e o ambiente para maximizar suas habilidades. Como eu mencionei, o desenvolvimento de software é uma indústria baseada em várias especializações. No entanto, certas ferramentas e frameworks podem tornar possível que os desenvolvedores apliquem suas habilidades mais amplamente àquelas diferentes tarefas, aplicativos e plataformas que normalmente não poderiam funcionar.

A estrutura NativeScript, por exemplo, permite que desenvolvedores com conhecimento de Javascript – normalmente usados para desenvolvimento web – criem aplicativos nativos para iOS, Android e Windows Phone. O benefício disso é óbvio. Se um desenvolvedor pode criar aplicativos para todos os principais sistemas operacionais móveis usando um idioma, você não precisa de dois ou três especialistas diferentes para preencher a lacuna de habilidades de sua empresa. Encontrar desenvolvedores que tenham habilidades que podem ser aplicadas amplamente, com a ajuda certa, amplia o pool de talentos em potencial disponível para você.

O que motiva os desenvolvedores?

Embora a lacuna de habilidades tenha sido amplamente superestimada, as habilidades que elas trazem ainda estão em alta demanda. Ganhar sobre potenciais candidatos está longe de ser um dado. Entender o que os desenvolvedores de software querem e o que os move é fundamental para garantir que sua empresa tenha todas as habilidades de que precisa. Em uma pesquisa recente realizada pela Stack Overflow, mais de 50 mil desenvolvedores responderam a perguntas sobre seu trabalho.

Além do salário, 37,1% disseram que o horário de trabalho flexível é importante. Mais interessante, 35,9 por cento dos desenvolvedores sentem que construir algo significativo é um fator importante em seu trabalho.

Desenvolvedores precisam ser vendidos em sua visão e sentir que eles são parte dessa entrega. Um bom salário e regalias no trabalho são importantes, mas a fim de atrair o melhor para o seu negócio, você precisa pensar um pouco mais fora da caixa. Você esteve procurando no lugar errado.

O relatório da Stack Overflow destaca a riqueza de talento disponível: 73% dos desenvolvedores estão ativamente à procura de novas oportunidades de emprego. No entanto, 51% dos desenvolvedores rotularam os recrutadores como a coisa mais irritante no processo de emprego. É claro que os processos padrão, como ir a um recrutador ou usar o Linkedin não vai realmente abolir isso ao tentar preencher posições em sua equipe de desenvolvedores. Você precisa pensar fora da caixa.

Um bom lugar para começar são fóruns. A comunidade de desenvolvedores de software é exatamente isso, uma comunidade. Eles são ativos em fóruns, onde compartilham ideias, tutoriais e divagações gerais. Estes são os ambientes perfeitos para as empresas construírem seu pipeline de talento. Em termos de descoberta de trabalho, 28,3 por cento dos desenvolvedores disseram que um amigo os indicou, maior do que qualquer outro método de descoberta de emprego.

Familiarizar-se com a comunidade irá percorrer um longo caminho para encontrar e atrair o talento certo. Você será capaz de identificar contribuintes regulares em sua região, o que eles estão falando e descobrir quem alvejar na comunidade mais ampla. Pense mais inteligente, aja mais esperto.

Seja qual for o papel – desenvolvedor, TI, vendas ou marketing – sua força de trabalho é o seu recurso mais precioso. Obter as pessoas certas na equipe deve ser uma de suas principais preocupações. Mas não deixe a ideia de uma “lacuna de habilidades” forçá-lo a tomar decisões apressadas ou pior, te paralisar com o tipo de medo que leva à indecisão.

Compreender o que você precisa e, em seguida, aplicar um pouco de pensamento lateral permitirá que você encontre o talento de desenvolvedor que você precisa em um verdadeiro reservatório de mão-de-obra.

* Matthew Gharegozlou éVice-Presidente da Progress para as Américas