A RTM – Rede de Telecomunicações para o Mercado, maior provedora de serviços para integração do mercado financeiro brasileiro, lançou o programa Desafio RTM, com apoio do Fintechlab, cujo objetivo é descobrir startups que tenham soluções aplicáveis ou adaptáveis para o mercado financeiro, que possam ser disponibilizadas em sua rede ou cloud privada com toda segurança e alta taxa de disponibilidade exigida pelos serviços de missão crítica.

Para participar, a startup precisa integrar as verticais de negócios de Fintech, Telecomunicações, Tecnologia da Informação e Conectividade e estar em estágio de teste comercial, operacional, crescimento (base de cliente/volume) ou expansão (novos produtos/mercados).

Desde o processo de seleção, os empreendedores são incentivados a pensar um pouco mais sobre seu negócio para o mercado financeiro. Ao passar de fase, eles têm mais contato com os executivos da RTM para discutir se suas propostas fazem realmente sentido. Ao se classificar para a final, o empreendedor passa a se relacionar com todos os departamentos. Nessa etapa, a solução será colocada à prova para descobrir se atende aos requisitos de negócio.

Na primeira etapa, a RTM selecionará as startups por meio de avaliação de um questionário. Essas empresas serão avaliadas por um grupo de executivos nos seguintes quesitos: qualificação da equipe, potencial de geração de valor, capacidade de entrega, grau de inovação e viabilidade técnica para ganho de escala.

Na sequência, as mais qualificadas terão a oportunidade de se apresentar para uma seção de pitch e entrevistas. Ao final, até dez startups seguirão para a fase de concepção do projeto, recebendo apoio de mentores da RTM no desenvolvimento da solução e sendo auxiliado na resolução dos maiores desafios. As startups que tiverem uma experimentação bem-sucedida terão a oportunidade de ter a RTM como parceira ou investidora estratégica.

Para o diretor geral da RTM, André Mello, o mercado de startups no Brasil está aquecido. “Estamos otimistas de que vamos receber muitas ideias positivas. O empreendedorismo brasileiro é muito criativo. A experiência faz com que o empreendedor saia do programa com uma visão de mercado madura e aprimorada. Por outro lado, aprendemos muito também nesse meio. Fico pessoalmente empolgado em estar em um ambiente com startups, é algo inovador, criativo e contagiante. Essa integração nos obriga a pensar fora da caixa e nos impulsiona a buscar cada vez mais a inovação que produz transformações”, conclui Mello.

O Desafio é mais uma iniciativa do Conecta RTM, programa de inovação aberta, que tem por objetivo integrar o ecossistema tecnológico para promover a inovação nos negócios, antecipar tendências e mudanças no mercado, identificar oportunidades de novos produtos e serviços, gerando valor agregado para os clientes.

As empresas poderão se inscrever no site do programa até o dia 13 de março. O resultado será divulgado no início de maio. Mais informações sobre o Desafio RTM, etapas de seleção, regulamento e dúvidas mais frequentes, podem ser acessadas pelo site.