A Wipro, empresa indiana que é líder global de tecnologia da informação, consultoria e serviços direcionados a processos de negócios, assinou esta semana o contrato de compra com a InfoSERVER.

A InfoSERVER é uma provedora de serviços de TI, focada no mercado brasileiro, e oferece serviços personalizados de desenvolvimento de aplicações e implantação de software.

A empresa brasileira, que tem duas décadas desde a sua fundação, conta com alguns dos maiores bancos brasileiros como seus clientes. Essa posição consolidada ajudará a Wipro a conquistar uma posição mais forte nos setores Bancário, de Serviços Financeiros e Seguros no país, um mercado altamente tradicional e competitivo, além de agregar conhecimentos de domínio e processos inestimáveis sobre o setor.

Esta aquisição é parte da estratégia da Wipro de se tornar um parceiro no mercado da América Latina, além de um provedor de serviços de TI de ponta a ponta, que traz experiência global ao operar como uma empresa local. A Wipro tem uma presença significativa na América Latina em cinco países da região: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e México.

“Damos as boas-vindas à InfoSERVER como nova integrante da família Wipro. O Mercado latino-americano e o Brasil, em particular, são uma região de investimento e crescimento estratégico para a Wipro. Esta aquisição nos proporcionará escala e relacionamentos com clientes-chave, especialmente nos domínios bancário, de serviços financeiros e seguros, que são os setores de maior e mais rápido crescimento na região” Afirmou Ankur Prakash, VP para New Growth & Emerging Markets da Wipro.

Favorável à aquisição, Fabiano Funari, Vice-Presidente e Líder de Vendas e Operações da InfoSERVER S.A., disse: “Estamos empolgados com o que a Wipro e a InfoSERVER podem realizar para os nossos clientes e funcionários. Ambas as empresas combinarão um forte conhecimento de domínio local com amplitude tecnológica e experiência global para ajudar os clientes a alcançar os resultados desejados. A base de clientes globais da Wipro, a sua experiência e escala de entrega nos ajudarão a expandir o nosso alcance e ofertas.”

Esta transação está sujeita à aprovação regulamentar e não será implementada até que uma liberação final seja concedida pelos órgãos regulatórios do Brasil.