*Por Tallis Gomes

Geralmente ouvimos de investidores e “mentores” que devemos buscar um mercado GIGANTE para que nossa startup seja bem sucedida. Certo? Talvez essa seja uma das maiores bobagens que eu já tenha ouvido na minha vida!

A Easy Taxi, por exemplo, nasceu através da minha revolta frente a dificuldade de conseguir um taxi no Rio de Janeiro, em junho de 2011. Nós focamos em um mercado extremamente segmentado: Usuários de Taxi que possuíam smartphone com plano de dados. Hoje, estamos falando de mais de 30% da população brasileira. No entanto, em 2011, apenas 4% da população brasileira possuía smartphones com plano de dados. Um nicho extremamente pequeno…

Nós focamos em um mercado extremamente nichado, e entregamos um produto horrível, diga-se de passagem, mas que atendia a necessidade daquele público, naquele momento. Resultado: nos tornamos uma das startups de maior sucesso na história, levando o produto para quatro continentes e durante a minha gestão, cadastrando mais de 500 mil taxistas e gerando mais de 20M downloads.

A lição que eu gostaria de passar para você que está neste momento, se descabelando para colocar seu produto na rua, é o famoso “niche to win”; ou seja, foque em um nicho específico de mercado, para que você construa um produto vencedor.

Não caia na balela de “empreendedores“ sem CNPJ e investidores que nunca empreenderam na vida. Provavelmente eles dirão: “Nós gostamos de empreendedores que pensam grande; você não está pensando grande o suficiente.”

Esqueça estes caras, eles provavelmente se tornarão uma grande dor de cabeça durante a sua jornada. Confie em mim, você terá dor de cabeça suficiente empreendendo, principalmente, empreendendo no Brasil. Não precisa procurar mais sarna para se coçar.

O segredo aqui é achar o seu nicho. A formula <diferenciação de produto + segmentação de clientes> te dá a oportunidade de entregar valor ao seu público, mesmo que você tenha construído um produto horrível e (provavelmente) se tornar extremamente competitivo frente as opções que existem no mercado.

Poucos dos seus primeiros usuários (early adopters) estão esperando um obra prima da usabilidade. Tendemos a demorar demais para lançar a nossa primeira versão; este é um erro clássico que faz com que a grande maioria das startups percam um elemento primordial do sucesso, o “timing” (tempo certo para fazer algo).

Se você não sente vergonha da sua primeira versão do produto, provavelmente você demorou tempo demais para lança-lo; logo, abriu espaço para a concorrência fazer na sua frente. Lembre-se, a vantagem de ser o primeiro player em um segmento geralmente é um fator determinante para o sucesso também. Existem suas exceções, é claro, mas geralmente ser o first mover é uma grande vantagem para você.

Em suma, evitem os bullshiteiros (aka empreendedores sem CNPJ) e busque conversar com pessoas que já passaram pela dor que você está passando hoje e conseguiram, com sucesso, resolver o problema. Lembre-se que ideia vale 10 centavos a bacia, o que vale mesmo é a execução da ideia! Quanto mais pessoas ouvirem a sua ideia melhor; mais pessoas irão contribuir para que você construa um produto vencedor.

Ah! Nunca se permita desistir por desculpas esfarrapadas; o auto-engano é uma doença crônica em nosso meio. Por maior que seja o obstáculo, sempre existe uma solução.

*Tallis Gomes é CEO e fundador da Singu, uma empresa de tecnologia que leva o salão de beleza até sua casa ou escritório. Também é fundador e ex CEO da multipremiada Easy Taxi, maior empresa de serviços de táxi do mundo, presente em 35 países e 420 cidades em 4 continentes. Listado pela revista Forbes como um dos 30 jovens mais transformadores do Brasil e eleito pelo MIT como o jovem mais inovador do Brasil, além de ser considerado pela revista Galileu como uma das 25 pessoas mais influentes da internet brasileira.  Tallis premiado na categoria “Young Leader of The Year 2015”, pela  Latin Trade, evento que já premiou Carlos Slim, dentre outros principais líderes latino-americanos. Também recebeu o Prêmio Jovem Brasileiro 2015, considerado a maior premiação jovem do País.