A CI&T, especialista global em soluções digitais, acaba de lançar um novo espaço de criação de experiências digitais em Campinas, no Pólis de Tecnologia onde mantém sua sede. O Prisma, como é chamado o prédio, tem 4,6 mil metros quadrados e foi realizado com um investimento de R$10 milhões.

“Nós temos que nos adaptar a uma mudança radical na indústria, porque a transformação digital está acontecendo”, afirma César Gon, fundador e CEO da companhia. Ele diz que a construção do espaço foi inspirada no formato dos coworkings, para, além de tornar o dia a dia agradável, garantir que os funcionários possam interagir entre si e com colaboradores e parceiros da companhia.

Hoje são 1.600 funcionários da CI&T só em Campinas, que ocupam o Prisma e outros prédios vizinhos. De acordo com César, a estimativa é que a companhia termine o ano de 2016 com mais de 2.300 funcionários por todo o mundo. Além do interior paulista, a empresa também está nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, além de países como China, Japão, Estados Unidos, Inglaterra e Austrália.

No Prisma é possível acompanhar na prática a aplicação da empresa em tecnologias como IoT e Machine Learning, além da experimentação com protótipos físicos – impressos em 3D na própria sede.

Parede da empresa onde os colaboradores e parceiros colocam suas assinaturas

Parede da empresa onde os colaboradores e parceiros colocam suas assinaturas

Foto: Divulgação CI&T

Foto: Divulgação CI&T

Divulgação CI&T

Divulgação CI&T

Segundo a companhia, a criação do Prisma vem para ajudar a conduzir grandes empresas às mudanças exigidas pelo novo consumidor da era digital, trabalhando lado a lado na execução efetiva dessa transformação e acelerando o caminho desde a definição de estratégias até o sucesso de produtos digitais.

“O espaço recebeu esse nome por ser o lugar onde as ideias nascem e são transformadas em valor para os clientes. O Prisma suportará o crescimento contínuo da CI&T, que vem mantendo o ritmo de dobrar de tamanho a cada três anos”, diz César Gon. “A nova sede irá apoiar as operações locais e internacionais. Exportamos soluções digitais inovadoras para líderes globais nos EUA, Europa e Ásia. Atualmente, as exportações representam cerca de 40% das receitas da CI&T”, completa o CEO.

Daniel Jerozolimski, diretor executivo responsável pela concepção do Prisma, explica que a empresa utilizou o método de design print para projetar todos os ambientes da nova sede e convidou funcionários, além das equipes de arquitetos e projetistas, para contribuir com ideias. “Criamos espaços abertos para estimular a colaboração entre as equipes. As salas são especialmente concebidas para o trabalho de cocriação, onde equipes multidisciplinares desenham novos serviços e produtos baseados em soluções digitais”.

César Gon, CEO e fundador da CI&T

César Gon, CEO e fundador da CI&T

A nova sede da CI&T conta também com opções de saúde, bem-estar e entretenimento integradas com as áreas de trabalho, como academia de ginástica, lanchonete, sala de silêncio, jogos, cozinha gourmet, mini-adega, serviços de manicure, pedicure e quick massage, e uma sala de relaxamento totalmente escura, com cadeiras de massagem e decoração que lembra um planetário. Os funcionários podem também ir de um andar para o outro através de um tobogã.

“A decoração foi inspirada no universo geek, como personagens de filmes de ficção científica e games. A cultura da CI&T privilegia espaços modernos, colaborativos e que fomentam a inovação. Por essa razão, oferecemos ambientes descontraídos que estimulam a integração das equipes, incentivam a criatividade e a geração de insights no trabalho“, destaca Daniel.

IMG_3596

Decoração de um dos ambientes de convívio dos colaboradores

toboga-ciet

Tobogã que liga um andar ao outro. Foto: Divulgação CI&T

IMG_3595

Quadro feito de Lego pelos colaboradores da CI&T

A empresa também abriu dois novos escritórios nos Estados Unidos (Los Angeles e Chicago) e no Brasil investiu R$4 milhões em um novo endereço na capital mineira, um de seus centros globais de excelência em mobile e tecnologias digitais. Os resultados são fruto do investimento de 10 anos em lean e digital, que garantiu à CI&T competências para ajudar as empresas no desafio de reinvenção e transformação de liderança e cultura, engenharia e processos, experiência do usuário, estratégia e marketing.