* Por Lucas Paschoal

Pense por um instante: O que fez você até agora ser fiel a um serviço ou produto? Qualidade? Entrega rápida? Benefícios?

Enfim, são muitos os fatores determinantes quando se fala em fidelizar um cliente. Pergunto pois é ela quem pode ser o fio condutor da nossa conversa.

Para se ter ideia, uma pesquisa recente feita nos EUA e divulgada pela revista Forbes mostra que 79% dos consumidores entrevistados levariam seus negócios a um concorrente com – pasmem – uma semana de um serviço mal prestado.

Bom, antes de ser fornecedor você é cliente e fazer essa autoanálise pode te trazer insights incríveis a respeito. Ao menos é o que nós na Híbrida fazemos o tempo todo.

O contexto traz a nós outra dúvida, o que fazer para fidelizarmos nossos clientes? Foi com esse pensamento que trago 4 passos estratégicos que ajudarão nessa caminhada.

Vamos a eles:

1 – Seja SEMPRE proativo e dê o primeiro passo de encontro ao seu cliente.

Já tenho falado sobre isso, inclusive nesse artigo, e é a mais pura verdade. Não espere a montanha ir até Maomé. Vá até seu cliente, crie maneiras de se relacionar com ele sejam em calls, encontros presenciais ou mesmo por mensagens. Seja onde for, busque fazer com que ele se sinta à vontade para que você consiga extrair quais são os pontos fortes do seu produto afinal. Ninguém melhor do que seu cliente para dizer isso.

2 – Cultive a humildade e ouça com interesse os pontos a melhorar no produto ou serviço

Conheço empresas que acreditam e investem muitas vezes em soluções que elas acreditam serem as melhores para seus clientes, mesmo sem saberem ao certo se são de fato. Ter esse “ouro” em mãos significa ser mais estratégico, fazer melhor uso do budget e claro, trazer cada vez mais diferenciais ao seu negócio.

Peça feedbacks periódicos aos seus clientes para entender se estão satisfeitos com as entregas.

Eu sei, há momentos que fazer isso pode parecer que se está “mexendo em um vespeiro” mas acredite, só assim perceberá os gaps do seu produto e terá chances de desenvolver e implementar melhorias.

3 – Esteja na mesma página do seu cliente

Ouvi uma vez que o planejamento de uma startup não ultrapassa 6 meses. Isso porque as situações pelas quais passa ao longo do tempo força os tomadores de decisão repensarem as estratégias constantemente.

O movimento desencadeia uma necessidade sua como fornecedor de saber sempre quais são os atuais objetivos de negócio do seu cliente. Estar na mesma página te trará condições de propor ações mais assertivas, fortalecer o relacionamento e valorizá-lo, passando que as metas dele são importantes a você também.

4 – Traga percepções sobre o relacionamento dele com outros stakeholders

É fato, seu serviço ou produto ajudam a operação do seu cliente. É para isso que você foi inserido àquele universo. Ter um olhar mais analítico com relação ao negócio dele e de como se relaciona com sua audiência pode te dar condições únicas de mostrar que você tem competências complementares a que foi contratado.

É muito difícil hoje uma empresa não ter perfis em redes sociais. Por que então não olhar para a forma como seu cliente se relaciona com a audiência desses canais, por exemplo?

Entregar mais do que o esperado é sempre um fator relevante na hora de solidificar uma parceria.


Lucas EditLucas é jornalista e fundador da Híbrida Comunicação, agência de comunicação que atua como assessoria de imprensa, relações públicas, consultoria e produtora de conteúdo voltada a startups, PMEs e profissionais liberais.