O Google, ao que parece, ainda é capaz de surpreender. Poucas semanas depois de lançar alguns de seus novos aparelhos, um hub para casas inteligentes e um fone de ouvido de realidade virtual, a empresa está de volta com um dos seus lançamentos de hardware mais inusitados. Depois de todos os produtos voltados para consumo mobile, a gigante do software está lançando seu quadro branco. As informações são do TechCrunch.

O Jamboard, como é chamado o quadro, é um lançamento improvável para a empresa. Ele foi desenvolvido para dar o próximo passo com as ferramentas de trabalho da empresa. Segundo o diretor de Produtos da G Suite, Jonathan Rochelle, o projeto nasceu de um desejo de construir uma nova interface tablet colaborativa para a G Suite, a coleção de aplicativos de negócios anteriormente conhecido como Google Apps for Work.

“Jamboard é o quadro branco agora no Google Cloud”, disse Rochelle. O produto é um hub 4K touchscreen de 55 polegadas para colaborações no local de trabalho projetados a partir do zero. Ele é um concorrente direto do Microsoft’s Surface Hub, construído em torno de aplicativos do Google. As conexões com a interface podem ser realizadas por meio de Google Drive, smartphone ou tablets, usando apps compatíveis com iOS e Android.

google-jamboard2

O Google tem testado seu lançamento de hardware com parceiros de alto perfil, como Netflix e Spotify, que estavam utilizando o produto em suas próprias salas de reuniões corporativas. Construído a partir do zero (embora a empresa ainda tenha que mencionar seus parceiros de hardware), é uma interface bastante intuitiva e extremamente sensível. Os usuários podem desenhar com a caneta e apagar com os dedos (ou um apagador de microfibra incluso).

Ele também tem o Google Cast embutido, então você também pode usá-lo como um monitor de vídeo grande, completo com alto-falantes que não são grandes, mas são bastante potentes. Há também uma câmera acoplada 2K capaz de capturar telepresença em 60 frames por segundo.

Há um par de portas USB padrão full lá atrás, juntamente com uma USB C, HDMI e Ethernet. O aparelho pode ser montado em uma parede ou os usuários podem optar por comprar o suporte opcional. Tudo dito, ele deve ser vendido por menos de US$6.000 quando for lançado no próximo ano.