O Sebrae inicia amanhã, dia 22 de setembro, um esforço nacional para discutir o cenário do empreendedorismo digital e estimular o desenvolvimento de startups no Brasil, que crescem mesmo na crise. Para isso, está coordenando um evento que vai acontecer simultaneamente em 48 cidades brasileiras: o Sebrae Startup Day.

Neste dia, mais de 10 mil pessoas, entre empreendedores, desenvolvedores/programadores, estudantes, designers, investidores, aceleradoras e incubadoras vão discutir o cenário atual do ecossistema empreendedor de negócios digitais brasileiro, as dificuldades e os desafios do mercado.

Além deste, que será um dos maiores eventos de empreendedorismo digital do País, o Sebrae também anunciou que está finalizando uma proposta de política pública de crédito e capitalização para Micro e Pequenas Empresas emergentes, que atuam nos segmentos de startup e de alta tecnologia.

Procurado pelo STARTUPI, a entidade afirma que esse fundo deve atender empresas que necessitam de recursos seja para lançamento ou desenvolvimento de projetos. O Sebrae deve finalizar a construção dessa proposta ainda neste segundo semestre, e a previsão é de que o fundo esteja operando já no início de 2017. Por enquanto os valores do fundo ainda não foram definidos, mas sabe-se que fomentará o ecossistema empreendedor exclusivamente com recursos da entidade.

Atualmente, projetos do Sebrae voltados para o segmento acontecem no Brasil inteiro. Em 2015 foram atendidas 855 startups, número que subiu 40% em 2016. Em quatro anos, desde 2013, a quantidade de startups atendidas pelo Sebrae em todo o país cresceu nove vezes (de 130 para 1,2 mil). De acordo com o banco de dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) existem hoje 4.185 startups cadastradas no País– número que cresceu 30% entre 2015 e 2016.

Para saber se a sua cidade participará do Sebrae Startup Day, acesse o site da iniciativa.