A ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) de São Paulo lançou essa semana a primeira iniciativa de financiamento coletivo apoiada institucionalmente por uma universidade particular.

O projeto é realizado em parceria com a Incubadora de Negócios, entidade da própria ESPM, que recebe mais de 100 empresas de alunos e ex-alunos, dando suporte estratégico e operacional. A faculdade é pioneira nesse tipo de iniciativa no Brasil. “As empresas incubadas sofrem da barreira financeira logo no início, por isso queremos resolver esse problema, conectando nossos empreendedores com alunos, ex-alunos e professores, que realizam doações em troca de recompensas”, destaca a professora Letícia Menegon, coordenadora da Incubadora.

A primeira empresa a participar do crowdfunding é a startup de varejo Spotshopp, fundada há um ano e meio pelo aluno da faculdade, Daniel Dahia, o ex-aluno, Vitor Filipe, e o engenheiro de software, Luciano Santos. A ideia por trás da startup é modernizar a experiência de varejo físico através de um aplicativo que detecta quando o usuário entra em um shopping e mostra na tela do celular as melhores ofertas e produtos que tem por lá.

A startup está iniciando um projeto piloto no shopping Pátio Paulista e já tem parcerias com mais de 90 lojas. Nessa fase, ela está levantando R$55 mil reais na campanha de crowdfunding, através de doações de 30, 60 ou 150 reais. As
recompensas são descontos exclusivos em lojas como Lacoste, Di Pollini, Scala e Mr. Cat.

“As faculdades brasileiras precisam investir em peso no empreendedorismo. Não adianta dar aulas de como criar empresas, é preciso ajudar no processo, como é feito nas universidades americanas”, comenta José Balian, também coordenador da Incubadora. No projeto de crowdfunding, a incubadora irá conectar a startup com mais de 20 mil ex-alunos através do programa de Alumni. Para realizar uma doação é só acessar o link.

Sobre a incubadora:

A Incubadora de negócios da ESPM é uma entidade da própria universidade, destinada a fomentar e desenvolver o empreendedorismo entre alunos, dando apoio gerencial e operacional. Já contando com mais de 60 empresas, a Incubadora está iniciando uma campanha de crowdfunding com o objetivo de dar suporte financeiro aos empreendimentos. É dirigida pelos professores José Eduardo Balian e Letícia Menegon.