A Bossa Nova Investimentos, empresa de investimento semente liderada pelos empresários Pierre Schurmann e João Kepler, anuncia ter realizado um aporte de R$ 1,5 milhão em cinco startups – 33e34, Veek,  Hotel Quando, Trakto e CleanCloud.

Disposta a ampliar e diversificar seu portfólio, a previsão é investir em um total de 20 empresas até o final do ano. Até o momento, a Bossa Nova já apoiou mais de 70 startups com capital semente, que, juntas, estão avaliadas em mais de R$ 100 milhões e alcançaram um retorno não realizado (IRR) de 55% ao ano. O valor dos aportes varia de acordo com o perfil e necessidade do negócio.

“Escolhemos estas startups para alocar seed money com base exclusivamente em nossa tese de investimento, que contempla desde o primeiro estágio do negócio, ganho de tração e perspectivas futuras. Estamos interessados especialmente em empreendedores que compartilhem da nossa visão de investimento e precisem de apoio de capital para escalar e alcançar novas rodadas de investimentos com VCs e fundos. Este é o caso destas cinco empresas”, assinala João Kepler, vencedor do prêmio Spark Awards da Microsoft na categoria ‘Investidor Anjo do Ano em 2015′.

“A chegada da Bossa Nova é um marco muito importante na nossa história empreendedora. A Bossa Nova traz uma estrutura de apoio que irá nos ajudar a expandir nossa operação”, diz Tânia Gomes, fundadora da 33e34.

O interesse da Bossa Nova em seguir investindo em startups no Brasil se justifica pelas perspectivas positivas para o mercado digital do País nos próximos anos, que irá oferecer muitas oportunidades para formatação e consolidação de negócios disruptivos e capazes de trazer inovação para setores até então dominados por grandes e tradicionais players.

De acordo com levantamento feito pela consultoria Capgemini com 5,2 mil investidores com patrimônio acima de US$ 1 milhão, o investimento em startups será a melhor opção na próxima década. A pesquisa indicou que o aporte de capital em negócios nascentes só irá perder para Serviços Financeiros (fintechs), apontado por 35,7% como o setor que mais irá gerar novos milionários nos próximos anos. O segmento de Alta Tecnologia foi mencionado por 30,9% dos entrevistados.

Apesar da crise, os investidores seguem motivados e otimistas com o mercado de startups no Brasil. Uma pesquisa conduzida pela Anjos do Brasil revelou um potencial de R$ 1,7 bilhão para investimentos anjo no País. Com o setor em alta e expectativas positivas de crescimento, as startups seguirão trazendo oportunidades desafiadoras e com alto potencial de lucratividade.

“Criamos a Bossa Nova com a proposta de atuarmos exclusivamente com nosso grupo de investidores. Nossa missão é contribuir com o ecossistema empreendedor brasileiro. Contabilizamos mais de 16 anos de experiência em investimentos em startups. Para realizar uma alocação eficiente de capital seguimos sempre uma receita que busca empresas com capacidade de escala e potencial de compra por um player estratégico”, acrescenta Pierre Schurmann, que desde os primórdios da Internet no Brasil já investiu e realizou saídas bem sucedidas em cinco empresas.

Conheça um pouco mais sobre as startups que receberam aporte:

33e34 – Fundada em 2015 pela empresária Tânia Gomes em sociedade com Tiago Luz, Luiz Pavão e Rodrigo Kray, a startup já recebeu investimentos que ultrapassam os R$ 700 mil, sendo R$ 300 mil de um grupo de investidores anjo capitaneado pelo investidor João Kepler; uma segunda rodada, da MIA (Mulheres Investidoras-Anjo), grupo liderado pelas empreendedoras Ana Fontes e Camila Farani que realiza investimentos em negócios comandados por mulheres; um terceiro aporte, liderado pelo investidor Marco Poli e que foi recebido durante o Investor Day, evento realizado pela StartSe e o Broota, e uma quarta feita pela Bossa Nova Investimentos, dos investidores Pierre Schurmann e João Kepler.

Veek – É uma facilitadora de telefonia móvel 100% digital. A startup tem parceria com a Surf Telecom, responsável por toda infraestrutura, para atuar como uma operadora móvel com qualidade em atendimento e ofertas, tornando a contratação de serviços de telefonia simples e transparentes.

Hotel Quando – Primeira plataforma brasileira de reservas online de hotéis que permite reservar quartos por 3, 6, 9 ou 12 horas de acordo com a necessidade e por um preço justo, possibilitando também escolher o horário do check-in.

Trakto – Oferece uma solução bastante amigável para empresas e profissionais criarem peças de marketing e um conjunto de ferramentas para acelerar as vendas pela Internet sem perder qualidade. Gratuita, a solução para plataformas Web e sistemas operacionais iOS e Android permite a elaboração de orçamentos, propostas, apresentações, ebooks e outros conteúdos de forma simples e rápida, além de possibilitar monitorar desde a abertura até a visualização dos documentos, o que aumenta as chances de fechamento de negócios.

CleanCloud – Empresa de gestão inteligente de cloud, a CleanCloud oferece um portfólio de produtos eficazes para entender e monitorar o ambiente na nuvem visando uma melhor tomada de decisão a partir da análise inteligente de dados que são representados em infográficos. Através da sua ferramenta Insights, os usuários conseguem identificar desde riscos de segurança a problemas de escalabilidade, redundância e desperdício de investimentos. A startup oferece ainda relatórios para acompanhar dados de cobrança e métricas de performance.