A multinacional de tecnologia Baidu e a administradora de uma rede de investidores-anjo LAAS (Latin American Angels Society) iniciam, esta semana, um programa de suporte e mentoria para empresas iniciantes brasileiras que atuem no segmento de tecnologia digital.

O objetivo do programa é identificar startups nacionais com modelo de negócio escalável e que possam crescer mais rapidamente a partir do apoio financeiro e expertise da LAAS, bem como melhorar sua operação a partir da experiência, tráfego mobile e conexões do Baidu no Brasil e em mercados internacionais.

Podem participar do programa qualquer empresa nacional iniciante que apresente soluções inovadoras e mercado potencial em crescimento. Os projetos podem ser submetidos diretamente no site da LAAS, por meio do link do programa.

As informações submetidas passarão por uma primeira etapa de avaliação feita exclusivamente pelo time da LAAS, que indicará empresas com potencial de se beneficiar também do tráfego e expertise do Baidu. Empresas aprovadas no programa aceitarão ceder 10% de participação acionária em sua estrutura de capital em troca de apoio e mentoria da LAAS e Baidu. O programa está aberto desde o início de setembro e não há prazo para ser encerrado.

“Esperamos que nossa visão e experiência como uma empresa global de tecnologia ajude a acelerar muitos projetos locais e dinamizar a economia digital brasileira”, afirma Yan Di, country manager do Baidu no Brasil e presidente da Associação Brasileira de O2O.

De acordo Renato Simon, sócio da LAAS, o programa permitirá ainda que empresas brasileiras viabilizem seus projetos de forma sustentável com o apoio de investidores anjos qualificados.