A Cisco anunciou nesta terça-feira que planeja comprar uma pequena startup baseada em San Jose, a ContainerX, por uma quantia não revelada. A startup tem oito funcionários, alguns dos quais trabalharam anteriormente em grandes empresas de tecnologia da empresa, como VMware,Microsoft e Citrix.

Como o seu nome indica, a ContainerX é especializada em desenvolver tecnologias para contêineres virtuais em data centers. Os desenvolvedores tendem a usar contêineres para criar aplicativos de software complexos que podem ser executados em vários provedores de computação em nuvem, como Amazon ou centros de dados internos de uma empresa.

O Google usou contêineres virtuais dentro de seus próprios centros de dados por vários anos para melhorar a eficiência de suas operações de TI e até lançou um uma ferramenta gratuita para gerenciar contêineres chamada Kubernetes. Várias outras startups têm surgido nos últimos anos, o que tem ajudado a popularizar contêineres em centro de dados, incluindo a Docker, que levantou mais de US$ 150 milhões, e a Mesosphere, que levantou US$ 73.5 milhões em março, em investimento liderado pela HP .

A aquisição da ContainerX pela Cisco marca a sua “primeira aquisição no mercado de contêineres, que está emergindo rapidamente,” disse Rob Salvagno, chefe de desenvolvimento corporativo da Cisco Investments, em um post no blog oficial da Cisco.O CEO daContainerX, Kiran Kamity, escreveu um post em que diz que sua startup irá suspender o suporte técnico para seus produtos de gestão de contêiner. Esta suspensão sugere que a Cisco comprou a ContainerX por conta de seus funcionários, não tanto por sua tecnologia.

Fonte: Fortune