A BASF, empresa química líder em inovação, e a ACE, premiada como a melhor aceleradora de startups da América Latina, unem-se em um programa pioneiro para desenvolver e promover startups focadas em soluções para o agronegócio, o AgroStart. O programa inovador contempla todo o processo necessário para que a startup possa validar e escalar o seu negócio no mercado agrícola em um prazo de até seis meses.

Serão selecionadas empresas que tragam soluções para automatização, tomada de decisão, qualidade da vida no campo e gestão da lavoura, utilizando plataformas como Big Data, Internet das Coisas (IOT) e mobilidade.

“Enxergamos na inovação aberta a solução para encontrarmos respostas aos desafios presentes no campo e entendemos que o processo de cocriação é uma das mais ricas fontes de diferenciação para as empresas. Por isso, unimos a expertise de duas líderes em inovação para promover o desenvolvimento de startups que tragam boas propostas de tecnologia para a agricultura”, ressalta Fábio Del Cistia, Vice-Presidente de Marketing da BASF para Proteção de Cultivos na América Latina, reforçando o objetivo da empresa em ser referência na aceleração de startups para a agricultura na região.

A seleção para a primeira etapa do AgroStart começou nesta segunda-feira (29) e vai até o dia 18 de setembro. Os empreendedores interessados em participar do programa precisam oferecer soluções que auxiliem a cadeia agrícola em cinco importantes desafios: gestão da lavoura, automação no campo, gestão de estoques, agricultura de precisão e rastreabilidade. As inscrições podem ser feitas no site e o programa se estende a startups de toda América Latina.

Nesta edição, três startups serão selecionadas e cada uma delas receberá recursos financeiros para desenvolver seus projetos. Os empreendedores contarão com o suporte metodológico, expertise, rede de mentores e parceiros da ACE, empresa que já acelerou mais de 70 startups desde 2012, e com todo o know-how da BASF, que conta com profissionais especializados em diversas áreas do agronegócio, acesso ao mercado na América Latina e uma cultura de inovação aberta.

“O agronegócio é um dos segmentos que acreditamos que mais será impactado pela revolução das startups. O programa AgroStart traz o melhor da metodologia comprovada ACE com o conhecimento e o protagonismo de uma das maiores empresas do mundo no agronegócio. Nossa visão é de longo prazo e tem o objetivo de colocar a América Latina no mapa global da inovação em AgTech”, comenta Pedro Waengertner, CEO e sócio fundador da ACE.

“Um programa de aceleração de startups que visa trazer soluções inovadoras ao agronegócio requer acompanhamento, gestão e mentoring, por isso BASF e ACE participarão de todas as etapas do projeto. Quem empreender no AgroStart irá oferecer à cadeia agrícola uma inovação tecnológica que mudará a gestão feita no campo, trazendo benefício tanto para quem utiliza as ferramentas como para os agentes que desenvolveram a solução”, reforça Fábio Del Cistia.

Ao final do programa AgroStart, a BASF avaliará oportunidades de investimento nos projetos mais bem-sucedidos, por meio de seu fundo próprio, BASF Venture Capital. O empreendedor também terá a possibilidade de estabelecer parcerias com a BASF em busca de funding, compra ou distribuição de seus produtos e/ou serviços, além de poder expandir seu negócio para até 20 países.

Agro Digital BASF

O programa AgroStart faz parte da estratégia de Agro Digital da BASFque está sendo implantada em toda América Latina com foco em fornecer soluções digitais (agTech) que tragam benefícios à cadeia agro através do conceito da Internet das Coisas (IoT).

“Nosso objetivo é que a BASF traga cada vez mais soluções digitais que contribuam de forma positiva no dia-dia da agricultura. O AgroStart é um dos passos mais importantes para consolidar e expandir a estratégia de Agro Digital da empresa, buscando inovação tecnológica muito além dos nossos muros. Queremos que as startups recebam da BASF e da ACE o programa mais completo de aceleração em agro na América Latina.” destaca o gerente de Marketing Digital da América Latina da BASF, Almir Araújo Silva.