A Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (Aintec), o Sebrae-PR e o Telefónica Open Future estão com inscrições abertas até o dia 10 de agosto, por meio do preenchimento de formulário eletrônico, para o Programa de Pré-Aceleração de Empresas no Crowd Londrina.

Serão selecionadas empresas de base tecnológica em áreas consideradas estratégicas pelo Grupo Telefónica, dono da marca Vivo, tais como E2E Digital, B2C móvel, soluções para pequenas e médias empresas e Internet das Coisas.

O Crowd Londrina é um programa voltado para empresas de base tecnológica com alto potencial inovador. A pré-aceleração terá duração de 12 meses e consistirá no desenvolvimento de metodologias e ferramentas para potencializar o negócio, além do contato com investidores e com o mercado empresarial por meio da Plataforma Open Future.

Em junho o Startupi foi conhecer o Crowdworking do Telefónica Open Future em Santa Rita do Sapucaí, sul de Minas Gerais. O espaço está localizado na sede do Inatel, onde dispõe de uma infraestrutura tecnológica moderna e inovadora. “Uma das metas do programa para 2016 é colaborar com parceiros públicos e privados que queiram apoiar e impulsionar a inovação tecnológica e o empreendedorismo em todas as suas etapas”, destaca Renato Valente, Diretor da Telefónica Open Future no Brasil, em entrevista ao Startupi.

Os projetos selecionados para o Crowd Londrina contarão com espaço de trabalho compartilhado, suporte técnico e mentorias. “Além disso, passarão a fazer parte de um ecossistema mundial, em que poderão trocar experiências com empreendimentos de outros países, executivos e parceiros do Open Future”, afirma Renato. Durante todo o processo, os empreendedores serão acompanhados pela Academia Wayra, aceleradora que também integra as iniciativas do Open Future, e que poderá selecionar projetos que estejam em fase mais madura para receberem apoio direto e fazer negócio com a Telefonica Vivo.

O diretor da Aintec, Edson Miura, ressalta que espaços de fomento à inovação, como o Crowd Londrina, são essenciais para fortalecer o ecossistema da região na área de tecnologia. “O objetivo é dar condições para as empresas crescerem de maneira rápida e sustentável já com o potencial mundial que o Telefonica Open Future oferece. É um suporte ainda maior às ideias inovadoras que precisam de uma oportunidade”, afirma.

A seleção das propostas será realizada em duas etapas, uma on-line e outra presencial, e levará em conta questões como viabilidade econômica do empreendimento, capacidade empresarial dos proponentes, grau de inovação e potencial financeiro e mercadológico.

As inscrições podem ser realizadas por meio do site da Agência.