Na manhã de hoje foi comunicada a suspensão por tempo indeterminado do programa Startup Nave, projeto realizado pela diretoria de Inovação da universidade Estácio, premiado como melhor aceleradora de 2015 pelo Spark Awards. O programa foi iniciado há dois anos e formou quatro turmas, pré-acelerando mais de 600 projetos e capacitando cerca de 60 startups. O Startup Nave faz parte do projeto de criação de cultura de inovação entre colaboradores, gestores, alunos e parceiros do grupo.

O programa todo tinha a duração de quatro meses e era dividido em três fases. A cada etapa, as startups que não cumprissem com os requisitos necessários iam deixando o Startup Nave. A primeira fase era direcionada para capacitar os empreendedores, dando mentorias focadas em cada um dos novos negócios para que eles formatem o produto. A segunda parte, focada na criação do MVP, pivotagem e ajustes no produto das empresas. A última fase era onde os empreendedores lançam seus produtos no mercado, fechando parcerias, encontrando clientes e buscando investidores.

Para a conclusão da pré-aceleração, as startups frequentaram o Espaço NAVE diariamente, para a realização de atividades. A Estácio não realizava investimento e nem exigia equity das startups pré-aceleradas, mas juntas, as empresas que passaram pelo Nave já receberam mais de R$ 2 milhões de investidores.

Durante estes dois anos, o comunicado diz que as áreas de Empreendedorismo, Pesquisa e Desenvolvimento da instituição foram aprimoradas e ampliadas para além do Espaço Nave, ganhando força dentro da Estácio. “A área de P&D, inicialmente formada por três pesquisadores, foram agregadas tecnologias educacionais proprietárias. Hoje essa área possui nove colaboradores, entre analistas, programadores e designers”, diz.

Em entrevista realizada com Lindália Reis, diretora de Inovação do grupo no início do último mês, quando o Startupi acompanhou mais recente Demo Day do Startup Nave, ela disse que o Nave, que existe apenas no Rio de Janeiro, estava nos planos da Estácio para ser expandido para todos os estados onde a instituição de ensino atua. “A Estácio mantém seu compromisso com a inovação e o empreendedorismo, agora por meio de outras iniciativas e projetos”, completa o comunicado.