A Agronow, empresa que desenvolve uma plataforma de mapeamento agrícola que estima, informa e projeta a produtividade agrícola em menos de um minuto, recebeu um aporte de R$2,5 milhões do Fundo Inovação Paulista, e a partir de agora, faz parte do portfólio de empresas da SP Ventures. O montante será investido no desenvolvimento de novos produtos, na internacionalização da marca e no reforço das estratégias de marketing.

“Temos visitado com frequência o Vale do Silício para acompanhar as tendências mais inovadoras do setor agro. A tecnologia desenvolvida e comercializada pela Agronow está na vanguarda mundial. Os empreendedores conseguiram a convergência de duas verticais onde o Brasil é líder: aeroespacial e ciências agronômicas”, afirma Francisco Jardim, diretor geral da SP Ventures.

“São empresas inovadoras, como a Agronow, que fazem do estado de São Paulo líder em pesquisa e inovação. Acreditamos que projetos como este são fundamentais para elevar a competitividade do agronegócio paulista e nacional”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista, instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo idealizadora e investidora do Fundo Inovação Paulista.

Sob a forma de plataforma web, a solução da startup utiliza tecnologia baseada em conceitos termodinâmicos para determinar e diagnosticar a produtividade agrícola. Além de fornecer dados sobre o atual estágio do cultivo, o sistema permite estimar o potencial produtivo da safra com meses de antecedência e com alta taxa de acerto. O processo, além de muito simples, consegue levantar informações de safras passadas, permitindo quadros comparativos e análises históricas, criando um verdadeiro big data do campo.

O novo aporte faz parte da estratégia de crescimento dos sócios e fundadores da Agronow, Antônio Morelli e Walkiria Sassaki. “O Fundo Inovação Paulista e a SP Ventures acreditam no potencial da nossa empresa, porque sabemos que o setor agrícola carece de soluções e inovações em tecnologia que acompanhem o potencial produtor do Brasil. Oferecemos ao agricultor a possibilidade de entrar em uma nova era de informação do campo”, explica Antonio, CEO da startup.

“Nossa solução é a única plataforma de inteligência agrícola que fornece números sobre a previsão da colheita de qualquer fazenda do Brasil, sem necessidade de dados de campo ou informações históricas da propriedade. Além disso, nossa solução pode auxiliar o sistema de crédito agrícola e securidade rural, possibilitando uma análise rápida de qualquer propriedade produtiva”, esclarece Walkiria, cofundadora da empresa.