* Por Bruno Perin

Eis uma questão famosa para pessoas que empreendem, ou estão querendo trazer sua ideia para realidade. Não sei se você acredita em destino, Deus, ou qualquer coisa além do real palpável, porém um fato que sempre acontece é que em alguma hora nos encontraremos com essa pergunta – E agora abandono ou continuo?

Obvio que essa questão surge em várias áreas da vida, mas aqui o foco é lhe ajudar no ponto de vista de efetivamente se jogar de cabeça na sua ideia que você começou a testar ou largar de mão. Quando entramos um pouco no universo do empreendedorismo através do interesse pelo assunto, histórias ou conteúdo, o processo natural é nossa mente perceber mais oportunidades. É um fato que invariavelmente acontece.

Você começa a notar cada vez mais coisas em diferentes áreas, setores e segmentos, que poderiam ser melhoradas e caberiam novos negócios. Porém, algumas ideias são mais insistentes em nossas mentes que começam a gerar aquela curiosidade – Como seria realizar isso? Alguns pensamentos interessantes surgem e para aqueles mais atrevidos e com real intenção, os primeiros passos são dados, os famosos testes para ver aceitação das pessoas e é aqui que essa pergunta tende a surgir na mente das pessoas – Desistir ou persistir?

A sacada para você é notar 3 pontos essenciais que ajudarão a tomar a decisão sobre isso:

1 – O quanto você acredita?

Essa é a mais simples das sacadas, mas as pessoas as vezes não param efetivamente para pensar o quanto acreditam. Claro que para ter a ideia e perguntar para as pessoas o que acham é bem mais tranquilo, ainda é um teste, mas o primeiro ponto sobre seguir adiante ou abandona-la, é questionar o quanto você realmente acredita para levar isso como sua? Como algo que você quer trazer ao mundo e se dedicar mais do que imagina agora porque sente que vai dar certo, vale a pena.

Se você realmente acredita nisso é interessante persistir, agora se tem algumas duvidas, pode ser melhor esperar encontrar algo que efetivamente acredite, pois vai ser difícil demais.

2 – A mensagem é clara?

É muito comum as pessoas considerarem desistir pois as pessoas não correspondem a ideia, ela é apresentada mas não gera o engajamento, interesse ou empolgação sobre ela. É preciso verificar se a mensagem está clara… Muitas vezes mesmo, acontece das pessoas não terem compreendido bem. Lembre-se que não é todo mundo que possui uma ótima habilidade de comunicação e para o dono da ideia, é sempre claro aquilo que está falando, para os demais nem sempre.

Portanto, se você questiona as pessoas sobre o que entenderam da sua ideia e/ou proposta e elas lhe explicam exatamente como é, então existe clareza sobre isso e vale a pena questionar sua proposta, para tanto é uma possibilidade desistir. No caso das pessoas explicarem de uma forma equivocada daquilo que você expõe, então é importante persistir para melhorar sua mensagem.

3 – A proposta é clara e boa?

Com o mesmo principio do tópico anterior é preciso notar, os clientes estão efetivamente se interessando pela proposta? Quando você tem uma ideia, é bom já deixar uma proposta inicial para testar o interesse das pessoas. Assim, você pode notar antes de fazer todos os esforços do mundo o quanto realmente tem potencial sua ideia de negócio.

Portanto, se os clientes que recebem essa proposta não demonstram intenção de compra, é importante avaliar se ela é clara. É boa? Os clientes estão achando justo? Porque se eles entendem o que você oferece e acham justo, mas ainda assim não compram, pode ser um indício de desistir. Caso ainda não perceberam a clareza do que está oferecendo ou discutem por uma proposta mais adequada, é importante buscar melhorar a proposta e persistir.

Esses são 3 pontos válidos para você que teve a ideia e propôs para as pessoas uma oferta para o seu lançamento e está se questionando se vale a pena desistir de largar de mão ou realmente apostar forte.

Essa é uma questão muito forte que todos aspirantes ao empreendedorismo em trazer uma ideia para realidade acabam passando, o problema é que não é fácil tomar essa decisão – Desistir ou largar. Portanto, aqui o objetivo é dar uma luz sobre bons parâmetros para uma decisão mais consistente.

Aqui tem um vídeo interessante para lhe ajudar sobre o processo de pensar um pouco mais na sua ideia:


Bruno PerinBruno Perin, um cara Free LifeStyle, empreendedor, consultor, palestrante e escritor. Autor do livro – A Revolução das Startups. Pioneiro na combinação dos conhecimentos em Startup, Empreendedorismo, Marketing e Comportamento Jovem alinhado a Neurociência. Busca das formas mais diferentes, malucas e inusitadas possíveis desenvolver pessoas e negócios que façam a diferença no mundo, de jeito divertido, valorizando a vida e o agora.