Para ajudar a capital carioca a absorver as mudanças que vão ocorrer na cidade durante o Rio 2016, a prefeitura do Rio de Janeiro contará com a ajuda da tecnologia. Em um concurso realizado pela Empresa Municipal de Informática (IplanRio), o Centro de Operações Rio e o Viktoria Swedish ICT (Instituto de Pesquisa da Suécia),  o Trafi, aplicativo que monitora os horários e rotas de ônibus em tempo real, foi escolhido como o melhor na categoria Planejamento de Viagens durante os jogos Olímpicos e Paralímpicos, que acontecem em agosto e setembro.

trafi 1

Foto: divulgação

O prêmio ‘Olympic City Transport Challenge’, que contou com o apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, foi alcançado pelo aplicativo em uma competição entre os maiores apps de transporte público. O objetivo foi escolher plataformas que facilitassem a locomoção na cidade antes, durante e depois dos Jogos. O uso da tecnologia será essencial para garantir que não haja um caos viário durante o evento, já que estão programadas muitas mudanças de rotas de ônibus por conta dos jogos em diferentes lugares da cidade.

De acordo com a comissão organizadora da premiação, o Trafi ‘provou ser muito hábil em apresentar as opções mais precisas de transporte urbano para o Rio, incluindo posts relevantes de seus usuários na guia de notícias e alertas do aplicativo’.

Desenvolvido na Lituânia e com quase 1 milhão de usuários ativos, o aplicativo é líder de mercado no leste europeu e na Turquia. Ficou conhecido mundialmente por ser o software de transporte público mais avançado e preciso (com ou sem conexão de dados), graças ao sistema de algoritmos científicos que atualiza os dados de geolocalização de maneira inteligente, levando em consideração informações de trânsito. Ele ainda ostenta um sistema de ‘machine learning’, que vai se modificando conforme histórico do passageiro, reports de usuários e frequência de atrasos dos ônibus.

A plataforma é totalmente gratuita e possibilita que o usuário acompanhe em tempo real a localização do ônibus no mapa. Além disso, ele roda off-line e até planeja rotas de deslocamento da cidade mesmo sem internet. Durante o período da Olimpíada e Paralimpíada, ele colocará em prática um novo menu, pelo qual os usuários poderão buscar os jogos que lhe interessam e, na velocidade de um clique, ter a melhor rota do ônibus para chegar lá.

trafi 2

Foto: divulgação

Além dos ônibus, o aplicativo fornece informações sobre metrôs, trens, balsas, bondes e até para o teleférico do Rio de Janeiro. Além da capital fluminense, a empresa está presente em São Paulo e está focando investimento no Brasil. Recentemente contratou um Country Manager e planeja expandir para outras cidades. Belo Horizonte, por exemplo, já está disponível no software em versão beta.

“Olhamos principalmente para as cidades de países em desenvolvimento. Nos encanta a ideia de auxiliar a população a se locomover pela cidade, com pontualidade, e ao poder público a otimizar a eficácia do seu transporte público”, comenta Herlan Antunes, Country Manager do Trafi.