O GuiaBolso foi escolhido pela International Finance Corporation (IFC), do Grupo Banco Mundial, para ser a primeira fintech brasileira a receber um investimento da instituição, em uma rodada que captou R$ 60 milhões esta semana. Em todo o mundo, são 26 fintechs com aporte da IFC, maior instituição de desenvolvimento voltada para o setor privado nos mercados emergentes.

“O investimento no GuiaBolso está alinhado com a estratégia da IFC de apoiar empresas inovadoras que façam com que serviços financeiros sejam mais competitivos e acessíveis para empresas e indivíduos, algo fundamental para o desenvolvimento socioeconômico sustentável do Brasil”, comenta Kai Schmitz, líder da IFC para investimentos de fintech para América Latina. “Este é o nosso primeiro investimento em uma fintech no Brasil. A IFC já investiu mais de US$ 180 milhões em 26 empresas de fintech no mundo, alcançando mais de 220 milhões de pessoas”.

O novo aporte na startup brasileira tem o objetivo de impulsionar ainda mais o crescimento do aplicativo que já conta com mais de 2 milhões de usuários. “Há cerca de seis meses, tínhamos 1 milhão de usuários. O fato de as pessoas melhorarem suas vidas financeiras é o que explica esse forte interesse pelo app, ainda mais em um momento de crise econômica em que cada centavo é muito importante”, comenta Benjamin Gleason, sócio-fundador do GuiaBolso.

App GuiaBolso. Foto: Divulgação

App GuiaBolso. Foto: Divulgação

Esta é a quarta rodada de investimento que a startup recebe. Além da IFC, a rodada de R$ 60 milhões contou com mais três investidores que já são sócios da empresa: os fundos Ribbit Capital, especializado em inovação tecnológica na indústria financeira;  Kaszek Ventures, o maior em seu segmento na América Latina e administrado pelos fundadores do MercadoLivre, e QED Investors, do cofundador da Capital One.

A mudança de hábito que o GuiaBolso tem trazido para seus usuários já atraiu investidores como a Omidyar Network, criado pelo fundador do eBay e focado em empreendimentos com impacto social. “Com essa nova injeção de capital, a Omidyar Network continua a apoiar a missão do GuiaBolso de ajudar os consumidores brasileiros a gerenciarem melhor suas finanças e alcançarem seus objetivos”, afirma Arjuna Costa, sócio da Omidyar Network. “Estamos encorajados pelos resultados iniciais demonstrados pela empresa, que vem ajudando cada vez mais consumidores a enfrentar desafios como altas taxas de juros e inadimplência para construir uma vida financeira mais saudável.”

O GuiaBolso é gratuito e está disponível nas versões AndroidiPhone e web. Seu sistema é seguro e permite que um usuário faça seu planejamento financeiro em apenas 2 minutos.

Foto: Thiago Alvarez e Benjamin Gleason, fundadores da startup/Divulgação GuiaBolso