Sallie Krawcheck, ex-diretora financeira do Citigroup e considerada uma das mais proeminentes executivas do mercado financeiro, acaba de lançar sua nova startup. Trata-se de uma plataforma de investimento digital para mulheres chamada Ellevest. O lançamento foi feito durante o TechCrunch Disrupt NY.

Antes desse projeto, Sallie era a presidente da Global Wealth, gerente de investimento do Bank of America e CEO da Smith Barney e Sanford Bernstein, além do Citigroup. Ela também comprou a  Ellevate, uma rede global com milhares de membros que promovem as mulheres como líderes empresariais.

Até agora, o que se sabe sobre a Ellevest, é que a plataforma é focado em ajudar as mulheres a investir, e que a empresa levantou U$10 milhões de investimento série A no ano passado. A rodada foi conduzida pela empresa de pesquisa e investimento Morningstar, e contou com a participação de Mohamed El-Erian, principal conselheiro econômico da Allianz e ex-CEO da PIMCO;
Ajay Banga, CEO da Mastercard e Brian Finn, ex-CEO do Credit Suisse First Boston.

Sallie explicou que quando começou a trabalhar na empresa, ela precisou se desfazer de uma série de mitos sobre a forma como as mulheres realizam investimento – que elas não são tão experientes, ou boas em matemática e que elas precisam aprender sobre educação financeira. Mas depois de passar  horas com as mulheres para compreender melhor os seus objetivos com os investimentos, ela percebeu que as mulheres querem coisas como; dinheiro para iniciar negócios, comprar casas e se aposentar. Ou seja, elas não precisam de nada além de uma plataforma de investimento que leva em conta os seus próprios desafios.

“Nosso objetivo era fazer com que o investimento fosse acessível e viável para todas as mulheres”, afirma ela.

A ideia é tornar o mundo dos negócios não apenas mais inclusivo, mas, também, acessível. As usuárias do Ellevest poderão trabalhar com carteiras de diversos mercados, desde ações até fundos e outras categorias. Em troca, a empresa cobra uma taxa de 0,5% do saldo médio mensal das carteiras, um valor que não está entre os mais baratos do mercado, mas que a companhia diz ser adequado devido às perspectivas de lucros oferecidos.

Confira mais informações no vídeo abaixo: