PUBLIEDITORIAL

Em março de 2016, foi lançada em Brasília a aceleradora Cotidiano, que surgiu da união de uma rede de amigos com experiência acumulada e disposição para promover a transformação digital, fazendo a diferença no dia a dia das pessoas.

Segundo André Fróes, um dos fundadores da Cotidiano, a ideia surgiu da vontade constante de utilizar a tecnologia e modelos de negócios inovadores como motor de transformação. “Depois de algumas incursões no ecossistema, percebemos que o melhor caminho para atingirmos esse objetivo seria compartilhar nossa experiência no mercado de tecnologia através de uma aceleradora”, afirma André.

O Brasil está entre os 10 maiores mercados de tecnologia do mundo e Brasília está entre os 3 principais mercados de TIC brasileiros. “Os maiores fabricantes de tecnologia estão presentes na cidade, temos escolas de negócio e universidades conceituadas no cenário nacional e contamos com uma comunidade de desenvolvedores enorme. Somos também uma das maiores rendas per capta do Brasil, entretanto, ainda não existia uma aceleradora brasiliense”, acrescenta André.

Segundo ele, um dos diferenciais da Cotidiano é a experiência do seu corpo de sócios contribuidores no mercado de TI (relacionamento com grandes clientes e vivência em projetos inovadores), e também a experiência de seus parceiros para ajudar a estruturar as startups em dimensões como jurídico, contábil, marketing, investimento direto (cash) nos projetos de startups com um equity compatível, além de recursos de nuvem para sustentar a infraestrutura tecnológica das startups.

A aceleradora está com inscrições abertas para o  CAMP – Cotidiano Acelera Meu Projeto. O objetivo do programa é proporcionar uma experiência empreendedora única às startups, fazendo a  aproximação com o seu mercado alvo para validar e reforçar sua proposta de valor, passando pela cadência para conquistar e desenvolver a tração do negócio, até o encontro de possíveis novos investidores, considerando os processos críticos necessários para sustentar o rápido crescimento desejado.”Estaremos todos “acampados” com o mesmo propósito: o sucesso desses projetos e a consequente melhoria no dia a dia das pessoas”, acrescenta André.

O CAMP é um processo de imersão com duração de 7 semanas e aberto para startups de todo o Brasil. É fundamental que ao menos um dos fundadores participe de forma integral e para minimizar a distância. A Cotidiano será responsável por todas as despesas com hospedagem e estadia para aqueles que não forem de Brasília/DF.

Um time de mentores e parceiros estarão disponíveis para contribuir decisivamente nas startups selecionadas, validar ideias, ampliar visão de mercado, perseguir e superar indicadores de performance e implementar processos críticos e importantes para uma empresa em estágio inicial.

O programa será definido conforme a necessidade de cada startup, semana a semana, em um clima criativo, conforme o tema estabelecido:

Semana 1: Admirável Mundo Digital
Semana 2: Problemática
Semana 3: Solucionática
Semana 4: Dinheirização
Semana 5: Sangue nos Olhos
Semana 6: SOS (Startup Operating System)
Semana 7: All in

Demo Day: onde será possível a captação de mais investimento e uma batalha entre as empresas selecionadas para a escolha da vencedora do CAMP.

Benefícios do programa

  • Capital – Até R$100 mil de capital de risco a ser investido em cada startup após o CAMP;
  • Código – Apoio no desenvolvimento tecnológico, expandindo as características e usabilidade do produto;
  • Coaching – Validação da Proposta de Valor, Modelo de Negócios, Marketing, Captação de Investimentos e Estruturação da Empresa;
  • Coworking – Agradável ambiente para trabalho durante todo o programa de imersão;
  • Cloud – Crédito em infraestrutura de nuvem para prestação do serviço digital,
  • Criatividade – Pessoas talentosas imbuídas do mesmo propósito. Atmosfera perfeita para inovação.

Tipos de projetos

No momento a Cotidiano não está restringindo o segmento de mercado, mas procuram selecionar projetos que já tenham passado por um estágio de validação inicial, ou seja, tiveram suas ideias validadas com potenciais beta testes ou com no mínimo um protótipo, mesmo que não funcional.

Entretanto, ainda que o empreendedor não tenha atingido esse estágio, mas tenha foco e ambição para mudar modelos de negócio existentes utilizando tecnologia e realizar seus sonhos, André incentiva a inscrição. “Iremos avaliar e prover feedback para todos os inscritos e, com isso, aqueles que porventura não sejam selecionados, estarão mais preparados para os próximos CAMP’s”.

Seleção

Após o cadastro no site serão feitas entrevistas com as startups pré-selecionadas para um maior aprofundamento da proposta, apresentação da equipe e eventuais dúvidas. A avaliação das candidatas será feita com base nos critérios de modelo de negócio, capacidade de execução, inovação e escala. “Uma startup é uma empresa preparada para crescer rápido. Buscaremos aquelas com maior potencial de crescimento e que possibilitem grande impacto positivo no dia a dia das pessoas”.

O processo de aceleração é importante para todo empreendedor, pois o contato e o convívio com outros talentos possibilitará revisar pontos que muitas vezes o empreendedor tem dúvidas ou reforçará a crença em seu diferenciais. Também é um momento importante para ganhar tração nos clientes, engajamento de todos e atenção de investidores. “Acreditamos que o empreendedor deve ter uma fé fervorosa em seu projeto ao mesmo tempo que uma mente aberta para novas reflexões. Um programa de aceleração não tem esse nome por acaso. É hora de crescer, da melhor forma e rápido”, finaliza André.

As inscrições vão até o dia 30 de abril e podem ser feitas através do site da aceleradora.

Foto: Divulgação Cotidiano

Foto: Divulgação Cotidiano