* Por Fernando Correa Grisi

Em 26 de Novembro de 2015, durante o 21 Conaje – Congresso de Jovens Empresários, foi lançada a proposta Agenda Brasil + Empreendedor, um início de parceria estratégica para unir os projetos: Agenda Brasil, Brasil + Empreendedor e a Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas.

A proposta era integrar os estudos feitos em 2012 mostrando seis eixos para o ecossistema empreendedor no mapa estratégico da OCDE com o documento lançado em 2013, na Campus Party em São Paulo, sugerindo sete eixos para um país mais empreendedor e as iniciativas de cidades inteligentes e humanizadas.

A primeira pergunta é: um ambiente propício ao desenvolvimento de qualquer espécie viva na face da terra pode apresentar características em comum com o macro ambiente empreendedor brasileiro?

O que queremos dizer é que é crucial e definitivamente importante reunir pessoas para estudar, pesquisar, avaliar e costurar mecanismos para chegar a um equilíbrio sistêmico favorável ao desenvolvimento das empresas em nosso país.

A segunda pergunta é: quais as principais variáveis para que um ecossistema sobreviva? Os animais, plantas, seres humanos e microambientes conseguem sim sobreviver sem interferências externas, ou seja, uma floresta afastada consegue garantir a subsistência e a sobrevivência das espécies.

Ao interferirmos em um ecossistema podemos causar o caos ou a exaustão de recursos, ou seja, destruirmos a natureza para construir riqueza (bens e serviços). Há anos que pesquisadores, consultores e empreendedores se reúnem no mundo para discutir os desafios e oportunidades para o ecossistema empreendedor brasileiro.

Quais os principais fatores de sucesso para o desenvolvimento de uma nação? Quais as organizações podem ajudar a melhorar o surgimento de empresas inovadoras capazes de competir globalmente? Grandes problemas, enormes oportunidades para os empreendedores inovadores, mas, como ajudá-los? Como fornecer acesso a mercado, a crédito, a programas de incentivo?

Pensando em melhorar nosso ecossistema empreendedor para hoje e para amanhã e através de uma rede nacional de jovens empresários trabalhando em colaboração com os maiores especialistas de todas as áreas de conhecimento que envolvem cultura empreendedora, capital humano, acesso a crédito, acesso a mercado, ambiente regulatório, inovação e infraestrutura, resolvemos unir esforços em busca de um Brasil Mais Empreendedor.

post fernando conaje (1)

Para este ano de 2016 os grupos e pessoas envolvidas no projeto Agenda Brasil Empreendedor – O Desafio das Cidades se unem para integrar os documentos como o objetivo de lançar em junho, na cidade de Belém, durante a 77ª AGO da Conaje, um plano de ação com foco nas cidades, para este e para os próximos 20 anos.

Nossa ideia é atrair mais e mais pessoas e organizações e principalmente, os verdadeiros heróis de nossa economia – os empreendedores.

A primeira iniciativa já ocorreu, em 25 de fevereiro durante a 76ª AGO da Conaje com a sessão especial: Diálogos Sobre O Ecossistema Empreendedor Brasileiro. Estiveram presentes especialistas em Educação Empreendedora, Sebrae Maceió, especialista em investimentos e acesso a capital com a participação especial da Handtalk – eleita uma das mais inovadoras do Brasil e ganhadora de prêmios internacionais e da ONU.

Durante o ano de 2016 serão discutidos os 7 eixos em eventos, palestras, artigos e vídeos educacionais e explicativos. Acompanhe nossas iniciativas e nossos eventos através dos meios de comunicação das pessoas, empresas e organizações envolvidas no projeto.