Precisão, eficiência e perfeição são os principais atributos da nova impressora Cliever SL 1, que será lançada na próxima segunda-feira,  28, pela Cliever, maior fabricante nacional de impressoras 3D. Em função da tecnologia SL (estereolitografia) empregada no produto, que consiste em uma das mais avançadas no âmbito de impressoras 3D, torna-se possível criar, com baixo custo, protótipos dotados de precisões dimensionais e acabamentos externos perfeitos.

Seu valor de venda será de R$ 32.290 e seu mercado-alvo são indústrias com processo de prototipagem de precisão como parte do processo produtivo, a exemplo dos segmentos automobilístico, jóias, calçadistas, moveleiros, eletroeletrônico, saúde e odontológico. Além dos empreendedores que desejam montar pequenas empresas para prestar o serviço de prototipagem utilizando impressoras 3D.

“Queremos elevar os patamares de qualidade e eficiência no que diz respeito à prototipagem no processo de manufatura. Trabalhamos nesse modelo SL com objetivo de entregar ao cliente a melhor experiência nesse sentido, de modo que se possa reproduzir, com muita facilidade, peças de pequeno porte e complexas com os resultados esperados”, explica Rodrigo Krug (foto), CEO da empresa.

A impressão por SL tem como base a foto-polimerizacão de uma resina acrílica. O equipamento possui três componentes principais: um tanque, no qual a resina é armazenada na forma liquida; uma plataforma móvel, na qual a impressão 3D é feita; e um laser, cujos movimentos são controlados por um sistema microprocessado.

Foto: Divulgação Cliever

Foto: Divulgação Cliever

Ao entrar em contato com a resina, o laser polimeriza a matéria-prima, ou seja, altera seu estado líquido para sólido e assim, sucessivamente, camada após camada, o equipamento dá forma à impressão 3D. Tal tecnologia viabiliza a criação de peças com até 30 µm (micrómetro)de precisão, o equivalente a cerca de ⅓ de um fio de cabelo.

“Vale ressaltar que, como se trata de uma resina diferenciada e produzida no Brasil, inclusive, por fornecedores nacionais, tem propriedades mecânicas e térmicas peculiares, o que amplia o leque de aplicação. Com isso, são muitos os mercados que, a partir de agora, poderão desfrutar dessa tecnologia de ponta. O setor de engenharia, por exemplo, poderá contar com peças de alta qualidade para incrementar seus processos industriais, assim como o setor de saúde poderá aprimorar órteses e próteses por meio de protótipos gerados a partir desse tipo de equipamento”, complementa o CEO.

A startup gaúcha, que iniciou suas atividades incubada pela PUC-RS, recebeu no fim do ano passado um aporte de R$ 2 milhões do  Fundo de Investimento e Venture Capital Criatec 2, se tornando a primeira startup gaúcha a receber um aporte do fundo.

Ficha técnica Cliever SL 1

  • Modelo: SL
  • Tecnologia: SL – Stereolitografia
  • Volume de impressão: (L) x (P) x (A) – 125mm x 125mm x 100mm
  • Alimentação: Bivolt (127V/220V) automático
  • Potência: 360W
  • Materiais de impressão: Resinas Cliever
  • Resolução / Altura de camada: 30um
  • Tolerância dimensional: 100um
  • Cor disponível: Preta/Verde
  • Dimensões da máquina: (A) 410mm x (L) 353mm x (P) 365mm
  • Dimensões da caixa: (L) x (P) x (A) – 400mm x 450mm x 400mm
  • Estrutura metálica: Aço carbono com pintura epóxi
  • Temperatura de operação: 15ºC – 30ºC
  • Garantia: 1 ano
  • Software: Cliever Studio SL
  • Sistema operacional: Windows 7+
  • Formato de arquivo para impressão: STL, OBJ e mais 11 outros
  • Conectividade: USB e cartão SD (funcionamento independente de computador)