* Por Márcia Maria de Matos

De acordo com a astrologia chinesa, este é o ano do macaco. Li na wikipedia que o macaco de 2016 é charmoso, agressivo, impetuoso, ambicioso, reconhece as próprias falhas e aceita conselhos, o que o levará ao sucesso. Ele pertence ao elemento fogo, que se relaciona com criatividade, movimento, inovação, improviso, liderança e a originalidade…

Por outro lado, ouvi dizer que 2016 é o ano do número 9 (2+0+1+6=9) e que o nove é o número da transcendência. Pesquisei e encontrei umas coisas interessantes aqui. Mas o que mais gostei de ler sobre as possibilidades, previsões e mistérios para o ano novo foi que o 9 – número do ano – corresponde à carta do Eremita no tarô, um peregrino com uma lanterna na mão, que parece buscar um caminho. Sobre isso há uma infinidade de textos, autores versões. De tudo que li, achei aqui um bom resumo.

Além disso, o ano é regido pelo sol e por Oxalá. O sol é o gerador universal em nosso mundo – luz, calor, energia, vida e Oxalá é o orixá da paz.

O que tudo isso tem a ver com empreendedorismo? Você pode dizer que não tem nada, mas também pode dizer que tem tudo a ver. Depende da boa vontade de usar os signos para desenvolver novas formas de pensar ou para construir novas realidades.

Olhar para o novo ano a partir dos aspectos positivos dos signos e símbolos é um bom começo. Afinal, nossa realidade nasce e é criada, a partir dos nossos pensamentos e sonhos.

Por isso, neste comecinho de 2016 resolvi aprender um pouco com a mística das várias correntes e buscar nelas algumas referências para ganhar a estrada do novo ano com fé, coragem e crença na possibilidade de sucesso. A partir delas desenvolvi nove aspectos que julgo essenciais à caminhada do empreendedor. Vamos nessa:

  1. Use a lanterna do eremita para iluminar você mesmo. Isso vai fazer com que tenha mais clareza nos seus pensamentos e ideias, facilitando sair do mundo abstrato para o concreto.
  2. Use a luz do eremita para buscar permanentemente o autoconhecimento.  Essa é a iniciativa primordial para quem pretende empreender.
  3. Abuse do elemento fogo, mas só pelo que ele tem de positivo. Significa abusar da sua criatividade e usar seus impulsos para realizar coisas novas.
  4. Inspire-se na originalidade e na capacidade de liderança do elemento fogo. Esse é um caminho para tornar-se líder inovador: corajoso, curioso, receptivo, colaborativo.
  5. Seja charmoso e ambicioso como o macaco. O charme vai favorecer a relação de simpatia e daí você pode chegar à empatia com o outro. A ambição será positiva para atingir o sucesso, desde que não faça mal a ninguém.
  6. Como o macaco, busque conselhos. Há sempre alguém capaz de contribuir para que você alcance o sucesso.
  7. Busque gerar e renovar suas energias – baterias sempre carregadas. Assim, você será como o sol, dando vida a coisas novas, boas e gratificantes.
  8. Mire-se em Oxalá para viver em paz consigo mesmo e com os outros, buscando a harmonia entre a vida pessoal, o trabalho e a sociedade.

Abuse da transcendência contida no número nove. Transcender é ir além, descobrir o desconhecido. Aí mora a chave para a inovação.


maria-marcia-de-matosMárcia Maria de Matos é jornalista, especialista em educação a distância, estudiosa do mundo digital, com muita experiência em Tecnologia da Informação, consultora e palestrante, com vários artigos publicados.  Ex- funcionária do SEBRAE e atualmente, na equipe do Laboratorium, é coautora do TREM, conteudista e tutora dos cursos da Trilha.