A Samsung e a Anprotec apresentaram nesta quinta-feira as startups selecionadas para a primeira etapa do Programa de Promoção da Economia Criativa, resultado da parceria entre Samsung, Anprotec e CCEI Daegu (Coréia do Sul), que tem o objetivo de identificar e oferecer suporte a novos projetos de empreendedorismo em todo o país. O anúncio ocorreu no Café da Manhã Anprotec & Parceiros, evento que reúne associados e parceiros para o anúncio de conclusão das ações e programas desenvolvidos ao longo do ano.

A escolha foi feita por uma banca composta por representantes da Anprotec, da Samsung e das quatro incubadoras selecionadas para operacionalização do programa. Foram analisados mais de 100 projetos submetidos e, dentre os diferentes requisitos avaliados, destaque para o grau de inovação, maturidade técnica e gerencial dos empreendedores e potencial efetivo de mercado.

“Os projetos serão direcionados para áreas estratégicas como Mobilidade, Educação e Saúde Digital, Pagamentos Móveis e Internet das Coisas (IoT). Implementamos por meio deste programa um modelo pioneiro de colaboração com as startups, contribuindo diretamente para o ecossistema de empreendedorismo brasileiro”, afirma Antonio Marcon, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung e Coordenador do Programa de Economia Criativa no Brasil.

Confira as startups selecionadas:

Nome

Área

Projeto

Mind the Graph

Educação Digital

Plataforma online, fundada em 2014, para facilitar o entendimento de artigos científicos por meio de resumos gráficos.

VR Monkey

Educação Digital

A startup fornece produtos personalizados utilizando as mais recentes tecnologias de realidade virtual voltadas para a educação.

Sinapse Virtual

Educação Digital

Plataforma online, de uso intuitivo, que ajuda professores de ensino fundamental e infantil a identificar e avaliar crianças com dificuldades de aprendizado. A dinâmica acontece por meio de jogos interativos, que traçam um perfil e apontam onde os profissionais podem atuar para educar os jovens.

Optix Imagens Médicas

Saúde Digital

Fundada em 2010 para soluções de telerradiologia. A principal solução está relacionada a uma plataforma online que permite o armazenamento, exibição e transmissão de imagens médicas.

Doutor Recomenda

Saúde Digital

Plataforma multicanal que conecta médicos, pacientes e players da área da Saúde com a missão de melhorar a adesão ao tratamento de doenças crônicas.

Dev Tecnologia

Internet das Coisas

Fundada em 2013, a startup desenvolve soluções focadas em IoT, desde o desenvolvimento do dispositivo conectado até o software de aplicação em nuvem.

Reminds

Convergência

Aplicativo que permite aos usuários criarem as trilhas sonoras que fizeram parte de suas vidas.

OOBJ (Noov)

Pagamento móvel

Aplicativo que permite ao usuário consolidar e salvar suas notas fiscais por meio da plataforma Samsung Pay. Com isso, é possível comparar preços, participar de promoções e diversos clubes de vantagens.

A partir de janeiro de 2016, as Startups selecionadas poderão se instalar, por um período de seis meses, em uma das quatro incubadoras que integram o Programa. “Nossa expectativa é que esses empreendedores possam contar com o apoio prestado pelas incubadoras ao mesmo tempo em que consolidamos o setor de economia criativa em nossos ambientes de inovação”, afirma a presidente da Anprotec, Francilene Garcia.

Os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação e oportunidades de mentoria para os vencedores. As startups selecionadas receberão, ainda, treinamentos focados na criação de empreendimentos inspirado no Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa, implantado na Coreia do Sul pelo CCEI Daegu – Centro de Economia Criativa e Inovação.

“Os empreendedores serão encorajados a ousar e avaliar os riscos dos projetos, pois as propostas de alto teor disruptivo e tecnológico, aliado ao real potencial de mercado, poderão receber investimentos adicionais pelo programa”, conclui Antonio Marcon.