* Débora Brauhardt

A sua ideia pode mudar o mundo? A Associação Comercial do Paraná – ACP, acredita que sim, e por isso mesmo vem, desde 2012, apoiando iniciativas de inovação, empreendedorismo e startups com o objetivo de inspirar jovens empresários da comunidade paranaense a criar as próximas grandes companhias que vão transformar e gerar impacto no estado e no mundo.

O concurso, que já premiou empreendimentos como o MercaFacil.me e a Ampel Technologies em sua 3ª edição visa, mais do que reconhecer ideias inovadoras, transformar tais ideias em empresas de verdade e facilitar o acesso a investidores.

No dia 18 de novembro a ACP divulgou oficialmente a abertura da edição de 2015 do concurso. O evento contou com a palestra do empreendedor Marcel Malczewski, fundador da Bematech, investidor em startups no Brasil e no Vale do Silício e inspiração para muitos empresários que desejam ser empreendedores de sucesso. Marcel investiu recentemente no MercaFacil.me.

Para melhorar o processo de seleção de empreendedores e de projetos com maior potencial de inovação, a ACP decidiu, nesta edição, fazer algumas mudanças no concurso para aumentar ainda mais as chances de sucesso dos futuros empreendimentos: reuniu-se com o Conselho de Jovens Empresários, o Instituto ACP de Inovação e com o Founder Institute, representado em Curitiba por Nima Kaz, atualmente um dos maiores programas de treinamento e aceleração de startups do mundo.

0 (1)

Categorias de ideias

Minha ideia muda o comércio:  busca soluções empresariais, para comerciantes e prestadores de serviços, para problemas reais das empresas, em especial os Associados da Associação Comercial do Paraná, formados por +20.000 empresas

Minha ideia muda o mundo: visa desenvolver soluções que melhorem a sociedade, a cidade, a vida de pessoas, ou o governo e que impacte o maior número possível de pessoas e possa ser escalável.

Minha ideia muda a minha vida:  focado em projetar o futuro do Comércio. Nos últimos anos muitas áreas tiveram um avanço considerável, mas na área do comércio são usadas as mesmas soluções.

Quem pode participar

O concurso é aberto à comunidade paranaense e podem participar empreendedores, desenvolvedores, cidadãos, comerciantes, designers e todos aqueles que acreditam ter potencial para causar a transformação por meio da inovação nas categorias citadas.

DSC_0030 (Copy) (1)

Etapas e Cronograma do Concurso

As etapas também possuem uma dinâmica um pouco diferenciada do que costumamos ver em concursos de ideias, onde você apenas inscreve a sua ideia e envia para uma banca avaliadora.

Etapa 0 – Novembro e Dezembro: cadastro de empresas e pessoas interessadas no site. As inscrições acabam neste domingo, dia 13 de dezembro.

Etapa 1 – Dezembro e Janeiro: inscrição dos candidatos e aplicação do Teste de DNA Empreendedor do Founder Institute.

Etapa 2 – Fevereiro: Visitação nas empresas da ACP e sessões de problematização nas empresas patrocinadoras.

Etapa 3 – Fevereiro: Eleição de 3 finalistas de cada categoria feita pela pré-banca do concurso, formada por mentores do Founder Institute.

Etapa 4 –  Março:  Pitch final dos finalistas para os patrocinadores.

Premiação

A premiação do concurso contempla a incubação e aceleração dos projetos com programas específicos das instituições apoiadoras, para desenvolver a ideia, a empresa, a equipe de trabalho e os novos “pitchs”.

O programa de fellowships do Founder Institute Curitiba também oferecerá aos vencedores bolsas no valor de US$700 por aspirante a fundador para participar no programa de aceleração, com duração de três meses e meio, começando em março/2016

Realizar a incubação, aceleração e mentoria dos projetos é, para a ACP, uma forma de dar continuidade às ideias de empreendimentos que possam resolver problemas reais, e assim, além de fomentar o empreendedorismo, criar organizações que gerem valor para a comunidade.

Para Bruno Dequech Ceschin, coordenador do concurso, a expectativa é que neste ano a quantidade e qualidade de ideias e startups inscritas devem superar os bons resultados da edição anterior, mas agora com a garantia de que as ideias vão ser desenvolvidas seguindo um padrão global de aceleração no early stage. Além disso, foi criada uma proposta de valor real para as médias e grandes empresas já consolidadas, de alinhamento de interesses com o ecossistema de empreendedorismo. Bruno afirma que: “Trazer a qualidade do Founder Institute do Vale do Silício para dentro da Associação Comercial do Paraná é o nosso maior diferencial deste ano. E oferecer esse processo muito inovador para todas as nossas empresas associadas, por meio de um formato aberto de patrocínio, permite a democratização da inovação. Criamos o canal de comunicação e financiamento certo para alinhar os interesses e garantimos que será um deal flow de muita qualidade.”


debora-Brauhardt

Débora Brauhardt é sócia e entrepreneurship thinker na Magnidea Desenvolvimento Organizacional, especialista em Gestão da Criatividade e Inovação, facilitadora, mentora e palestrante.