O Startupi acompanhou no último dia 29, o Demo Day da 13° turma da Startup Farm, que aconteceu dentro do Futurecom 2015, o mais importante evento de telecomunicações, TI e Internet da América Latina. Ao todo foram 11 startups que apresentaram um Pitch de 5 minutos para uma banca avaliadora formada por investidores e empresários que selecionaram três delas como destaques.

Segundo Luiz Veiga, Diretor do Futurecom, a parceria do evento e da aceleradora acontece porque as grandes empresas têm procurado cada vez mais inovações nas startups, principalmente no setor de tecnologia. “Muitas startups têm soluções de internet e de mobile, que tem tudo a ver com a Futurecom, então procuramos desde o início conectar esses grandes mundos, essas grandes corporações, empresas multinacionais com o segmento das startups”.

Um diferencial dessa edição foi o SF13Futurecom, um programa de aceleração de 5 semanas prévio ao evento. Nas edições anteriores, os participantes contavam apenas com uma mentoria de um dia para se apresentar no Demo Day.

futurecom-capa

Equipes participantes do Demo Day SF13Futurecom

Antes de começarem os pitchs, Alan Leite, CEO da Startup Farm, ressaltou a importância de levar estas startups recém criadas para o Futurecom. “É uma honra para nós estarmos organizando este espaço pelo terceiro ano consecutivo, em uma feira tão relevante para o setor, onde todos vêm buscar tecnologia e novos negócios. Temos aqui a oportunidade de trazer empresas que estão começando para se expor e se relacionar com este público”.

Felipe Matos, Fundador da aceleradora, contou um pouco sobre a história da Startup Farm, que teve sua primeira turma acelerada em 2011. Ao todo com as 13 edições realizadas, mais de 170 startups já foram aceleradas e estas já captaram mais de R$ 220 milhões em investimentos nacionais e internacionais. “Toda esta experiência nos traz os melhores resultados de aceleração da América Latina. Nós temos diversos cases, entre eles, talvez o maior caso de aceleração do Brasil, que é o do Easy Taxi”. Ele também comentou que o processo da turma 14ª já está em andamento e acontecerá em Belo Horizonte e Minas Gerais.

Veja a lista das startups que se apresentaram durante o evento.

Unifica – A startup reduz os custos de call center para empresas de telecomunicações. Por meio de um app integrado, propõe o autoatendimento para solução de problemas técnicos.

Pin Happy – Faz a conexão dos pais com o mundo das festas infantis, oferecendo em um único lugar fornecedores e locais para a realização das festas.

iaiNet – Por meio de antenas wi-fi nos PDVs, a startup permite que o varejo identifique seus clientes, conheça seu padrão comportamental e realize ações de relacionamento individualizadas.

OffPackers – Conecta viajantes com guias locais para experiências na natureza por meio de um marketplace.

Workshift – Startup de desenvolvimento de software terceirizado. Trabalha com três pilares: avaliação de perfis, capacitação de profissionais e gestão automatizada.

House of Work – Plataforma SAAS para precificação e criação de propostas em um minuto. A plataforma permite que empresas economizem tempo e aumentem sua eficiência.

Yeahp! – Por meio da replicação de vagas em todos os canais de divulgação disponíveis, a startup cria um banco de currículos únicos, proporcionando maior controle no processo seletivo.

Linked – Por meio de próteses mioelétricas, a startup permite um menor tempo de adaptação e movimentos naturais para os usuários, possibilitando a mais pessoas a reinserção social.

Joee – Utilizando a IoT, conecta as máquinas industriais à internet, entregando aos gestores análises em tempo real para otimizar sua tomada de decisão.

[un]tourism – A [un]tourism conecta viajantes a agências e curadores locais, por meio de uma plataforma com portfólio único e forte sistema de recomendação e reputação.

Fhinck – Por meio de uso de inteligência artificial, a Fhink aumenta a produtividade das operações de suporte administrativo financeiro nas grandes empresas.

Vencedoras

E as três startups que foram destaques do Demo Day foram: em terceiro lugar, Pin Happy, em segundo, House of Work e em primeiro lugar, Fhinck!

fhinck

Foto: Fernanda Santos

Paulo Castello, CEO da startup vencedora, diz que surgiram diversos prospects dentro da feira onde o Demo Day aconteceu.  “Foi uma experiência incrível! A gente não esperava ter tantos reflexos positivos para o nosso negócio”. Paulo reforçou também a importância que a aceleração teve em sua startup para criar uma rede de contatos e sinergia com as outras empresas participantes do programa. “Aqui uma startup usa o serviço da outra, então você cria toda uma comunidade importante em cima disso. Isso é uma tendência entre as startups que veio para ficar”.

Paulo comenta ainda que as startups estão tendo cada vez mais qualidade, agilidade e inovação em seus produtos e serviços, devido a necessidade cada vez maior de se aprimorar.“Hoje o sonho de toda grande empresa é se tornar uma startup”. Ele diz que a implementação de startups dentro de grandes empresas é fundamental para aumentar de maneira significativa a implantação de sistemas e inovações dentro das grandes corporações.