* Por Miro Machado

Com apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e realização da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), a oitava edição da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2015), vem com o tema “Invista no futuro. Agora” e segue com programação variada e aberta à população até sábado (21), no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus.

Com pelo menos uma dezena de países da América do Sul confirmados, entre eles países Venezuela, Colômbia, Chile, Argentina e Equador, além dos demais estados da área de atuação da SUFRAMA, Amapá, Acre, Roraima e Rondônia, e considerada a maior feira multissetorial voltada à atração de investimentos para a região, a FIAM 2015 acontecerá com uma enorme abrangência de pautas. Desde talk show, jornadas de palestras e seminários, Rodadas de Negócios e exposições de produtos, serviços e Indústria que irão discutir desafios, estratégias e estabelecer diretrizes para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Espaços de exposição

A infraestrutura da Feira continua semelhante à de edições anteriores, com três pavilhões de exposição: Pavilhão Maior, Pavilhão Plenária e Pavilhão Amazônico, totalizando 12 mil metros quadrados.

O Pavilhão Maior e o Pavilhão Plenária são os espaços destinados à exposição de empresas do PIM, bancos, fundações, federações, órgãos governamentais,  institutos de pesquisa, universidades, países e Estados da área de abrangência da SUFRAMA. Nesses dois espaços, estarão presentes aproximadamente 100 expositores, com destaque para grandes marcas do PIM, tais como Honda, Coca-Cola, Yamaha, Kawasaki, BMW, Harley Davidson, Positivo, Samsung e LG, países como Venezuela, Peru, Chile, Colômbia, Cuba, Paraguai e Polônia, e representações de universidades dos Estados Unidos e Canadá.

Outro destaque será o estande do governo do Amazonas, com um total de 900 metros quadrados, focado na área de inovação. Também estarão presentes microempresas apoiadas pelo Governo do Estado nos segmentos de Tecnologia da Informação (TI), fitocosméticos e biotecnologia, além de expor as principais ações do governo por meio da participação de suas secretarias.

Pavilhão da Amazônia e Oportunidades de Bons Negócios Já o Pavilhão Amazônico, com 1.400 metros quadrados e neste ano contará com a Praça da Sociobiodiversidade, é a única área da FIAM voltada à comercialização de produtos, com espaço destacado para artesanato, cosméticos, fármacos e gastronomia, entre outros. O Pavilhão Amazônico terá, nesta edição, uma novidade em sua estrutura: um túnel que o interligará ao Pavilhão Principal, permitindo aos visitantes, assim, uma conexão direta entre os ambientes de exposição da Feira.

1º DEMO DAY e Divulgação de Projetos do Sinapse da Inovação Durante a FIAM 2015, o Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) divulgam os 40 projetos contemplados no programa de incentivo Sinapse da Inovação no Amazonas. Com investimentos na ordem de R$ 2 milhões, sendo R$ 50 mil para cada projeto selecionado, o Programa Sinapse da Inovação é uma iniciativa de vanguarda do governo do Estado que visa estimular a criatividade e o empreendedorismo por meio de ideias de desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos de relevância para o Amazonas. O anúncio será realizado durante coletiva de imprensa no 1º Demo Day da Região Norte

Rodada de Negócios

A Rodada Internacional de Negócios da FIAM 2015 amplia mercado para produtos regionais e atrai empreendedores que nunca participaram de negociações diretas com empresas âncoras. De acordo com o Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae-AM) que está à frente da organização do evento,a perspectiva é de que a edição deste ano, mesmo diante do momento de dificuldades econômicas pelo qual passa o País, atinja um montante similar ao da edição anterior, ocorrida em 2013, que foi de R$ 17 milhões. Aproximadamente 80 empresas amazônicas na condição de ofertantes e 22 empresas de grande porte na condição de compradoras, oriundas de outros Estados brasileiros e países da América do Norte, Europa, América Latina e África, participaram da Rodada nesta edição.

A Rodada de Negócios está servindo não só de oportunidade para expansão de novos ramos da economia regional, como outros segmentos estão ficando conhecidos, como é o caso do segmento de moda conceitual, que mistura design diferenciado e sustentabilidade ao conceito de grafismo cultural, que levam a assinatura da marca Amazônia.

Ambiente Criativo e Inovador da Amazônia e Espaço Inovação Além de trazerem negócios e projetos inovadores, tecnológicos e sustentáveis a gama de lançamentos de produtos e inovações em várias áreas é enorme. Com vista a promover e oportunizar negócios desenvolvidos na região, o Espaço Inovação, é um ambiente voltado ao empreendedorismo e negócios inovadores existentes nas ICTs, Incubadoras e Centros de Pesquisas da Amazônia, sobretudo apoiados pelo Estado. Além das instituições que estarão no Estande do Governo do Estado, Startups, micro e pequenas empresas que desenvolvem produtos inovadores terão a oportunidade de mostrar suas inovações e fazer lançamentos de games, apps, serviços e outras inovações tecnológicas. Instituições parceiras como: UFAM, Fundação Paulo Feitoza, Uninorte, Senai, Incubadoras Ulbratech, Uninorte Empreende, CIDE, Ayty, Associação de Jovens empresários – AJE,  Movimento do Empreendedor Universitário – MEU, além de movimentos que promovem o desenvolvimento de empreendimentos inovadores.

Tecnologia e Inovação

Palestrantes renomados abordarão temas envolvidos os temas como financiamento à inovação, inteligência tecnológica, integração econômica entre países amazônicos e alternativas para o desenvolvimento sustentável, além de propostas para a diversificação da economia amazonense. Um dos principais destaque do ciclo de palestras do Governo do Amazonas será a assinatura de um memorando de entendimento com a direção da Startup Brasil, Programa Nacional de Aceleração de Startups, é uma iniciativa do Governo Federal, criado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) com gestão da Softex, em parceria com aceleradoras, para apoiar as empresas nascentes de base tecnológica, as startups. Essas iniciativas empreendedoras visam revitalizar o mercado, mas precisam de um ambiente propício para que se desenvolvam e tenham sucesso.

Quer saber mais, confira o vídeo abaixo:


miro-machadoMiro Machado é Consultor de Negócios na Lumabyte Soluções e Tecnologias, voltada para ajudar os micros, pequenos e médios empresários. Cientista da Computação, com sólida experiência em programação e em Gerenciamento de Projetos. Mentor, Inovador e entusiasta de ideias inovadoras, de empreendedorismo social e do intra-empreendedorismo.