Durante o primeiro dia do IT Forum Expo, o CIO da Natura, Agenor Leão, falou sobre como a empresa utiliza as tecnologias digitais para se destacar no mercado. No mesmo evento, a Natura conquistou o selo máximo no prêmio As 100+ Inovadoras no Uso de TI 2015. Com o Você conect@,  a Natura desenvolveu uma plataforma móvel para inclusão digital de cerca de 1,3 milhão de consultoras no processo de venda direta, o que permitiu à companhia alavancar relacionamento com clientes, facilitar operações de negócio e gerar maior

natura-leva-para-casa-premio-maximo-de-as-100-inovadoras-no-uso-de-ti-2015-403872428

Foto divulgação: Agenor Leão (CIO Natura) e Miguel Petrilli (Sócio IT Mídia)

Do mapa físico ao Waze, passando pelo site Apontador e pela recente e ultrapassada tecnologia do GPS, Agenor utiliza estes exemplos para falar sobre a disrupção tecnológica e as praticidades cada vez mais presentes no dia-a-dia do usuário, tão buscadas por grandes empresas e startups.

Para ele, esta tendência disruptiva é realizada a partir de três fatores: computação em nuvem, big data/analytics e mídias sociais/colaboração. Mas sem a  mobilidade, esta quebra de paradigmas tecnológicos seria inviável. “A mobilidade é a única plataforma que dá contexto à informação, como onde o usuário está, quais lugares frequenta e para onde pretende ir. E estas informações são valiosas na hora da empresa entrar em contato com este consumidor”, diz.

Segundo Agenor, principalmente o celular é parte fundamental neste processo e quando você tem uma estratégia de integração de uma marca com o este dispositivo do consumidor, a integração se dá de forma irrefutável.

Mas, e a Natura dentro deste contexto? A Natura é uma empresa que se baseia em dois pilares: ser uma fornecedora de cosméticos e ser, ao mesmo tempo, um veículo de autoconhecimento. “Temos paixão por relações, por isso praticamos ainda a venda direta”, diz Agenor. Trabalhar ainda com estas revendedoras é uma forma de manter a marca presente de forma física perto de cada um dos consumidores. “Estas pessoas usam, recomendam e revendem os nossos produtos”, diz.

Mas como manter a marca perto destas revendedoras? Para Agenor, o que diferencia as representantes Natura de antigamente para as de hoje em dia é que antes eram elas que influenciavam o consumo. Hoje, quem tem este papel de influência são as mídias digitais. “As adolescentes, por exemplo, têm consumido mais produtos cosméticos e são influenciadas pelas blogueiras, não por quem vende de porta em porta”. Por isso, segundo ele, a empresa precisou aprender como trazer o digital para o dia-a-dia da revendedora, trazendo mais qualidade para o trabalho delas.

Mas modernizar um processo tão antigo e tradicional quanto o de revenda de revista de cosméticos não é fácil. “Começamos a jornada pensando na gestão desse canal de relacionamento. Temos mais de um milhão e meio de consultoras e quanto mais esse número cresce, mais difícil se torna o controle das informações que elas nos enviam”. Para a empresa, digitalizar os pedidos, principalmente em épocas de grande demanda, como dia das mães e natal, e aumentar o contato da consultora com sua gerente de vendas era um enorme desafio que precisava ser superado com urgência.

Como facilitar a transação e solucionar os gaps na hora da consultora vender, sem precisar se valer o tempo todo de anotações na revistinha e caderneta? “O nosso primeiro passo foi estar perto desta consultora 24 horas por dia, o que por papel não é possível. Depois facilitamos o meio de pagamento das clientes, fazendo com que a consultora venda mais”. Para isso, foi criado o você_conect@, um produto digital para que a Natura vendesse para a revendedora.

O produto é composto de três partes: um chip, desenvolvido pela Natura em parceria com a Claro, que não cobra os dados móveis da consultora quando ela acessa sites com URL Natura; uma maquininha de débito, para que as clientes tivessem uma opção além do pagamento por cartões de crédito e, por fim, um aplicativo que aproxima esta consultora de vendas da empresa e de sua gerente responsável, otimizando seu processo de pedidos de produtos, cobrança de clientes e relacionamento com a marca. “Em vez de falarmos com ela só pela revista a cada 21 dias, enviamos um serviço personalizado, uma vez que temos contato com ela o tempo todo”, diz.

O app já tem 175 mil downloads, tem seu maior foco em usabilidade, para que qualquer revendedora possa utilizar, tornando cada vez mais prático o seu relacionamento com a marca. “Nosso foco é a facilidade, sempre”, completa.