* Por Anderson Leonardo – iugu

APIs, ou Application Programming Interfaces, são um dos recursos que os programadores podem utilizar para desenvolver um modelo de checkout transparente. Neste artigo, você vai entender melhor o que são APIs, o que é o checkout transparente e como integrar os dois.

Mas o que são APIs?

APIs são os padrões de programação que estão por trás da criação de aplicativos. Como o próprio nome diz, esses padrões envolvem interfaces – ou seja, pontos de conexão com outros aplicativos e programas, os quais muitas vezes não são visíveis.

Por exemplo, se um aplicativo precisa ter acesso ao relógio do computador, smartphone ou tablet, para funcionar corretamente, esse acesso ou conexão acontece por meio da API. O mesmo acontece quando um aplicativo pede acesso à sua localização; a interface entre o app e o GPS é feita pela API.

E o checkout transparente?

O modelo de checkout transparente é o favorito dos usuários na realização de compras online. Ele permite que a finalização e o pagamento da compra sejam feitos no site da própria loja, sem redirecionamento. Com essa opção, o cliente se sente mais seguro e protegido, além de tornar a experiência de compra mais fluida e ágil. O resultado não é positivo apenas para o cliente; como o seu site é mais eficiente, as taxas de conversão em vendas aumentam. É o fim dos carrinhos abandonados, um problema que acontece com frequência quando o método de checkout não é prático.

Sem barreiras

Com uma API, o checkout dos clientes pode ser feito dentro do seu site, sem necessidade de redirecionamento para sites de pagamento como o PayPal ou PagSeguro. O que acontece é que a API permite a integração imediata entre os dados cadastrais do seu cliente, os dados de pagamento da compra e a instituição financeira responsável pela aprovação da transação. É por isso que o cliente não precisa realizar um novo login para o pagamento.

A opção do checkout transparente utilizando a API oferece grande flexibilidade,  preserva a identidade visual do seu site, garante maior segurança aos dados dos clientes e é fácil de aplicar. O procedimento envolve, basicamente, a inserção de um código especial na programação do seu site. Esse código pode estar disponível em diversas linguagens de programação.


Anderson Leonardo - IuguAnderson Leonardo é jornalista e gestor de conteúdo da iugu. Já colaborou para a Folha de S.Paulo, onde editou a coluna semanal Apperitivo e cobriu o mundo da tecnologia.