* Por Alice Salvo Sosnowski

O que fazer para proporcionar uma experiência diferenciada?

Antes de abrir algum bar ou boate, Facundo Guerra tenta recuperar e resgatar a essência do lugar. Por exemplo, quando abriu o bar Riviera ele decidiu manter o nome na porta porque, afinal, aquilo era uma marca registrada que pertenceu ao local e estava lá desde 1942. Já com a boate Cine Joia, ele resolveu reutilizar as cores do lugar na época que ainda era um cinema, criando um ambiente diferenciado.

Além disso, outro fator importante que o empreendedor comenta é estar atento a tudo o que seus clientes falam e entregar sempre a mais. Se o consumidor paga R$10 por uma bebida, entregue o dobro no copo em que você vai servi-lo. O cliente nunca quer sentir que pagou por um produto e recebeu menos do que o valor pago.

Abaixo, nossa equipe separou alguns dos insights importantes de Facundo Guerra sobre narrativa:

  •  “Um negócio, para ter uma narrativa, precisa ter uma alma e algum sentido que é construído ao longo de sua história. Eu vou contar uma narrativa que converse com o meu problema principal.”
  •  “Quando você se apropria de uma história que não é verdade e vende um produto que não corresponde àquilo, você só está vendendo publicidade.”
  •  “Qualquer lugar, boate ou bar que eu abro remete a uma pergunta: o que é ser paulistano?”
  •  “Não dá para achar que seu consumidor é um otário. Eu, pelo menos, sempre penso que meu cliente é muito mais inteligente que eu.”

Quer fazer diferença na sua vida?

Saiba tudo sobre a história vencedora de Facundo Guerra e comece você também a fazer a sua!

facundo guerra


Alice - 150 x 150Alice Salvo Sosnowski é jornalista, empreendedora e mentora de empresas e startups. Líder de Conteúdo na plataforma em meuSucesso.com. Escreve há cinco anos o blog O Pulo do Gato, que tem a missão de inspirar profissionais a inovar e descobrir seu potencial empreendedor.