Mais de 480 mil novas empresas foram abertas no Brasil apenas entre os meses de janeiro e março de 2015, números que representam um aumento de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram fornecidos pela Serasa Experian, empresa brasileira de análises e informações para decisões de crédito e apoio a negócios. Ainda que estejam se referindo ao primeiro trimestre do ano, os números evidenciam uma conclusão interessante: mesmo em um momento de crise e retração financeira, mais brasileiros estão se formalizando e apostando em negócios próprios.

O crescente número de novas empresas no país pode ter várias justificativas. Além do índice de confiança no comércio ter aumentado no início do ano no Brasil, outros motivos fazem com que novos empreendedores acreditem que abrir empresa ainda é a melhor opção, como as facilidades para obter linhas de crédito, planos de telefonia celular e de saúde com descontos, comprovação de renda para financiamentos e vistos, entre outras vantagens. “Um ponto importante é a própria formalização em si, ficando em dia com as exigências da Receita Federal e declarando devidamente seus ganhos”, comenta Taís Pinheiro, sócia da Conube Contabilidade Online.

A economia de tributos pode ser mais um fator decisivo na opção por formalizar um novo negócio, isso porque, em muitos casos, se paga menos impostos declarando com empresa aberta. Com a inclusão de centenas de novas atividades no regime do Simples Nacional, muitos profissionais foram beneficiados e desfrutam de alíquotas reduzidas de impostos. “Profissionais liberais, como corretores de imóveis, por exemplo, pagam até 30% em impostos sobre seu faturamento. Podendo aderir ao Simples Nacional, essa tributação passa a estar entre 6% e 17,42%. A menor alíquota é para faturamento de até R$ 180 mil por ano e maior para aqueles que faturam até R$ 3,6 milhões anuais, que é o limite do Simples”, explica Taís.

Facilidades para abrir empresa e maior gerenciamento do tempo

Além da redução da incidência tributária em função de escolhas acertadas dos melhores formatos jurídicos e tributários, o viés de alta no número de novos negócios formalizados também se justifica por causa da agilidade e das facilidades encontradas atualmente para abrir empresa online. Em poucos cliques, os serviços especializados disponíveis na internet mostram o passo a passo a passo para abrir uma empresa e iniciam o processo de abertura da empresa, indicando os melhores formatos. Depois de aberta, a empresa também pode ter sua contabilidade controlada através de plataformas online e totalmente intuitivas, facilitando também o dia a dia dos empreendedores.

Fonte: Dino