* Por Cláudia Mamede

Temos vários casos de sucesso na Rede Mulher Empreendedora, e o que mais me chama atenção entre eles é a resiliência de seus personagens. O fator de resistência, de chegar ao limite e ter força para começar de novo, de mudar o rumo da história, de aceitar novos desafios, mesmo quando o corpo, a razão e a mente já parecem ter desistido delas mesmas.

Quanto mais histórias ouço e escrevo – já que na RME temos uma coluna com estas histórias – vejo que todas passaram pelas mesmas dificuldades, dilemas e é isso que as torna cada vez mais fortes.

Um exemplo comum: As empreendedoras costumam começar a empreender cedo. A maioria nem sabia, e já empreendia: vendia roupas, bijuterias ou chocolates na adolescência, ou começou a trabalhar antes da maioridade – ponto em comum: todas queriam independência financeira.

As empreendedoras estudaram para serem alguém na vida, mas nunca se adaptaram ao mundo corporativo, apesar de tentarem ser “funcionárias” algumas vezes na carreira. Elas têm intraempreededorismo na veia.

Estas mulheres sempre buscaram por oportunidades. Deixaram seus “postos” ou investiram tudo que tinham, para acreditar naquele sonho ou numa oportunidade de mercado – ponto em comum: forte networking e atenção ao mercado.

Elas tiveram grandes dificuldades em sua trajetória, nada foi muito fácil para elas. Sejam por decepções ou frustações ou falta de grana, mas nunca desistiram.

As empreendedoras têm objetivos claros e metas, sejam elas pessoais ou sociais. Muitas querem mudar a vida de seus familiares ou de uma comunidade inteira, pois elas querem transformar o mundo.

Poderia listar muito mais características, mas acredito que já deu para entender que para empreender e ser um caso de sucesso, só é preciso uma coisa em comum: Atitude!

Conheça os casos de sucesso que apresentamos na Rede Mulher Empreendedora e inspire-se!


Claudia Mamede Canal RMECláudia Mamede é diretora na Rede Mulher Empreendedora e sócia da PitchCom – Assessoria de Comunicação e Imprensa – focada em mulheres empreendedoras.