A Aceleratech e a NeoGera, empresa criada pela InterCement para gestão de portfólio de startups e projetos spin-off, abriram mais uma rodada de aceleração para startups com projetos voltados para construção civil. As empresas selecionadas receberão um capital-semente de até R$ 150 mil e R$ 350 mil em benefícios. As inscrições podem ser efetuadas até 30 de setembro pelo Fundacity.

Desde 2014 a aceleradora e a empresa de cimento iniciaram uma parceria para investir em startups focadas na cadeia da construção civil. Empresas como Stant e Construsave são exemplos de startups que passaram pela primeira turma. “Nossa experiência inicial foi muito boa. Acreditamos neste modelo de negócios e enxergamos que o projeto poderá trazer vantagens competitivas para a InterCement no curto e médio prazos”, afirmou Adriano Nunes, Diretor de Inovação e Sustentabilidade da empresa.

A próxima rodada será iniciada na primeira quinzena de outubro, com foco em quatro áreas:

  • Formas de se relacionar com os agentes da cadeia;
  • Métodos construtivos ou inovações em produto;
  • Formas de lidar com resíduos e reforçar a sustentabilidade;
  • Formas inovadoras de vender os produtos no setor.

Para Arthur Garutti, diretor da AceleraCorp, unidade da Aceleratech responsável pela criação de programas de aceleração corporativa, o programa é uma oportunidade para empresas que já possuem um produto, e agora precisam ganhar tração. “A Aceleratech é focada em vendas. Isso significa que sempre vamos buscar um crescimento médio mensal de dois dígitos em faturamento e base de clientes para todas as startups que passam por aqui. Ter a InterCement como parceira é conseguir criar uma via de acesso a mercado de maneira imediata, seja pelo contato com executivos da companhia, seja pelo canal de distribuição em si. Todos tendem a ganhar com o processo”.

As startups irão se integrar com a sexta turma da Aceleratech e poderão usufruir das mentorias, espaço físico e metodologia durante os quatro meses de programa, além do capital-semente.