Desde que foi adquirido pelo Baidu, segundo maior serviço global de buscas na web e uma das maiores empresas de internet do mundo, em outubro de 2014, as vendas do Peixe Urbano, maior empresa brasileira de e-commerce local, têm disparado. 108% foi o aumento em vendas brutas durante o primeiro semestre do ano e se compararmos junho de 2015 com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento chega a 131%, conforme pode ser observado no gráfico abaixo.

pu1

“Este foi o nosso melhor semestre da história em termos de crescimento”, diz Alex Tabor, Cofundador e CEO do Peixe Urbano. “Nem naqueles primeiros anos de expansão acelerada, que ocorreu em 2011 e 2012, tivemos um crescimento tão acirrado como agora”, comemora o executivo.

De fato o volume de vendas de todas as ofertas de serviços locais, que são a grande maioria das ofertas disponíveis no site e no aplicativo do Peixe Urbano, incluindo as de gastronomia, estética e entretenimento, já ultrapassam o pico histórico de novembro de 2011 por mais de 15%.

Segundo Tabor, este resultado tem sido impulsionado em grande parte por 2 fatores: crescimento no numero de parceiros (143% no semestre) e de ofertas (de 2.500 ofertas no ar em dezembro de 2014 para mais de 8 mil em junho de 2015), assim como na quantidade de usuários ativos, que quase duplicou durante a primeira metade do ano.

Numero de usuários ativos (30d) desde dez/14

pu2

O maior uso do canal mobile para divulgação e vendas também tem sido fundamental para esta expansão. Atualmente, mais de 45% das vendas do Peixe Urbano já são feitas pelo celular e a tendência é que este percentual continue crescendo, já que há cada vez mais ofertas “use agora”, que não exigem agendamento ou a apresentação do cupom impresso.

Satisfação em alta

Enquanto as vendas mais que duplicaram durante o semestre, o numero de solicitações recebidas pelo “Fale Conosco” permaneceu praticamente inalterado (+2% apenas). Neste mesmo período, o percentual de usuários que se diz satisfeito, muito satisfeito ou totalmente satisfeito com o atendimento da empresa chegou a 92%, igual ao percentual que afirma que indicaria o Peixe Urbano para um amigo.

“Ao mesmo tempo que a nossa taxa de  crescimento  em vendas nunca esteve tão alta, a proporção de cancelamentos versus venda bruta nunca esteve tão baixa, o que demonstra que este  crescimento  é de fato saudável e vem acompanhado por um aumento na qualidade das nossas ofertas e do nosso atendimento”, afirma Alex Tabor.

Projeção para o segundo semestre

A expectativa da empresa é ter um crescimento ainda mais acirrado no segundo semestre. Ao continuar contando com todo o respaldo financeiro e enorme conhecimento do Baidu neste mercado de O2O (online-to-offline), que é um mercado de prioridade estratégica para o grupo em nível global, o Peixe Urbano espera terminar o ano vendendo mais que o segmento inteiro vende hoje no Brasil.

“Acredito estarmos no caminho certo. Para ajudar cada vez mais as pessoas a explorarem o que há de melhor em cada cidade vamos continuar trazendo parceiros novos e excelentes, aumentando assim a densidade e a qualidade de ofertas em cada região e melhorando continuamente a experiência do usuário, especialmente pelo canal mobile, onde enxergamos a maior oportunidade”, finaliza Tabor.