A startup brasileira PSafe, 2 anos após divulgar sua última captação, anunciou nesta semana que recebeu um novo aporte no valor de US$ 30 milhões dos fundos de investimento Pinnacle Ventures, Redpoint e.Ventures e da empresa de segurança Qihoo 360 da China. Com isso, torna-se a primeira empresa de mobile app latino-americana a alcançar um valor de mercado superior a R$ 1 bilhão. Investimento catalisa a expansão da startup do Brasil para o México e, posteriormente, para outros países da América Latina.

O investimento representa mais um passo no processo de crescimento acelerado da companhia, que teve início em janeiro de 2014, quando ocorreu o lançamento do PSafe Total, aplicativo de segurança e otimização para plataforma Android. Gratuito, o serviço já teve mais de 50 milhões de downloads e está entre os cinco aplicativos móveis mais baixados do Brasil desde o ano passado.

“Este investimento adicional é um enorme voto de confiança na visão da PSafe em proporcionar uma Internet segura e com privacidade a todos usuários mobile, em qualquer lugar e a qualquer momento”, afirma Marco DeMello, fundador e CEO da companhia. “Além de proporcionar uma expansão das nossas atividades no Brasil, esse investimento permite nossa internacionalização imediata, com a estruturação de nossas operações na América Latina”, conclui.

À medida que os cyber-ataques de criminosos em todo o mundo ficam mais sofisticados e focados em usuários móveis, os latino-americanos têm se tornado alvos relevantes, uma vez que ainda são, em sua maioria, usuários inexperientes da internet móvel. O Brasil, por exemplo, já é o segundo país mais infectado por malwares focados em roubo de dados bancários em dispositivos Android.

“A PSafe é um excelente exemplo de por que acreditamos tanto no potencial da internet brasileira”, afirma Anderson Thees, sócio da Redpoint e.Ventures. “Fundada no Brasil, a companhia possui um dos aplicativos mais baixados e utilizados no País, com mais de 50 milhões de downloads. Ao ultrapassar a marca R$ 1 bilhão de valoração, a PSafe atesta a maturidade do mercado nacional e prova que, com um time de ponta e visão estratégica, empreendedores podem e estão construindo grandes companhias. Nós ficamos muito satisfeitos em tê-los apoiado neste desafio”, diz.

O investimento possibilitará que a empresa do Grupo Xangô desenvolva novas soluções e amplie seu plano de educar e oferecer mais segurança para milhões de novos usuários em toda a América Latina. Isso porque a companhia planeja expandir seus negócios por meio da abertura de seu primeiro escritório internacional no México até setembro de 2015.

“A Qihoo está extremamente satisfeita com o investimento e com a parceria com a PSafe, dado o seu sucesso e domínio do mercado Brasileiro. Estamos muito animados em fazer parte deste novo capítulo de expansão da companhia para o México e América Latina”, diz Zhou Hongyi, CEO e cofundador da Qihoo 360.

Além de suas soluções gratuitas para plataformas Android e PC, a companhia desenvolveu um projeto que envolve a instalação de redes seguras e gratuitas de Wi-Fi em estabelecimentos e transportes habilitados, chamado SafeWifi. Atualmente, a iniciativa já está disponível em mais de 500 bares e restaurantes de São Paulo e em fase piloto em 250 táxis na capital paulista. A expectativa é ampliar o escopo do projeto para o Rio de Janeiro ainda neste ano e para outras capitais brasileiras em 2016, desenvolvendo, na prática, o conceito de “transporte público inteligente” no Brasil.