Para entender como profissionais brasileiros têm utilizado marketing de conteúdo, a startup Rock Content realizou um levantamento que constatou o quanto as empresas disponibilizam do orçamento total ao marketing de conteúdo.

O estudo foi realizado com mais de dois mil profissionais de diversos segmentos, como Marketing, TI, Consultoria, Educação e E-commerce de todo o Brasil e aponta que 69% dos entrevistados utilizam o marketing de conteúdo para gerar reconhecimento de marca e fidelizar clientes. Comparadas as porcentagens brasileiras e norte-americanas, nota-se uma grande diferença de comportamento com as empresas dos EUA, em que 93% utilizam-se da modalidade.

O cofundador da startup, Vitor Peçanha, comenta a necessidade de um estudo sobre o tema. “Sentimos uma carência de dados sobre as mudanças que ocorrem no mercado de marketing brasileiro. Sabemos que não há mais espaço para uma publicidade invasiva e interruptora, cedendo espaço para práticas como Content Marketing, Inbound e Marketing de Conteúdo. Mergulharmos nesse universo e a partir de agora temos em mãos informações que dão uma perspectiva sobre o movimento do mercado no país”, diz.

Apesar da adoção abrangente, os investimentos em marketing de conteúdo ainda são tímidos. Hoje apenas 31% das empresas destinam mais de 25% do orçamento para essa estratégia. Porém, dos profissionais entrevistados, até 70% prevê um aumento no orçamento de conteúdo para 2016 e apenas 4% uma redução.

O mesmo levantamento também identificou que 77% das organizações possuem uma estratégia definida de marketing de conteúdo, porém apenas 40% documentam esta estratégia. “Documentar a estratégia de marketing de conteúdo é de extrema importância. Aquelas empresas que têm o hábito de registrar toda ação são 30% mais bem-sucedidas que as que não têm esse hábito”, explica Clara Borges, responsável pelo levantamento.

A pesquisa também revela que 57% possuem pelo menos duas pessoas dedicadas à criação de conteúdo. “Com os resultados, notamos que a maioria das empresas utilizam apenas sua equipe interna para criar conteúdo, porém aquelas que optaram por utilizar a produção terceirizada em conjunto com esses profissionais são 10% mais bem-sucedidas”, comenta Clara.

Para impulsionar a distribuição de conteúdo, muitas delas apostam em ferramentas como Redes sociais (91%), Blogs Corporativos (61%) e Newsletters (52%). Dentre as redes sociais, as mais comuns são Facebook, Twitter e LinkedIn.

A pesquisa conclui também que as métricas mais utilizadas para medir o sucesso de uma estratégia de marketing de conteúdo são tráfego no site, vendas e taxa de conversão. ”Para finalizar, observamos que apenas 33% das empresas medem o ROI (Retorno sobre Investimento), e as que costumam realizar esse processo são 58% mais bem-sucedidas  que as que não têm o mesmo hábito”, finaliza Clara.

A pesquisa completa pode ser baixada gratuitamente pelo site.