No Startupi temos o Espaço Universitário, canal exclusivo sobre o setor de educação, criado para estudantes e profissionais que buscam constante atualização por meio de capacitação, aprimoramento e desenvolvimento de suas habilidades corporativas. A primeira colaborada desse canal é a Pâm Bressan, correspondente do Projeto Social Nossa Causa do Paraná; Idealizadora do Papo Acima da Média na Web, uma das Idealizadoras do Maior Congresso Online para universitários do Brasil, o UAM WEEK e CEO da ONG Nacional Universitários Acima da Média.

Pâm Bressan, homenageada do Prêmio Ozires Silva 2015

Pâm Bressan, homenageada do Prêmio Ozires Silva 2015

A mais recente novidade é que a Pâm será homenageada no “Prêmio Empreendedor Ozires Silva Edição 2015” que acontece em Setembro. O Prêmio leva o nome de um dos maiores empreendedores brasileiros, o fundador da Embraer, que esta entre as mais importantes empresas aeroespaciais do mundo, sendo referência na fabricação de aeronaves.

prêmio ozires

Sabendo disso, fomos falar com a Pâm para trazer um pouco mais da sua história, para entender um pouco mais sobre o seu trabalho e saber como ela recebeu a notícia dessa premiação. Confira a entrevista abaixo:

Startupi: Conte um pouco da sua história, quando e por que você começou a empreender?

Pâm: Desde criança eu sempre fui muito criativa, vivia inventando mil brincadeiras com os recursos que ganhava do meu pai.
Nasci em uma família humilde que trabalhou na roça por muito tempo e sustentou 4 filhas. Já moça (aos 14 anos), tive meu primeiro emprego como babá. Trabalhava meio período de Segunda a Domingo ganhando pouco mais que míseros cem reais.
Logo depois, fui ser operadora de caixa (um dos empregos mais comuns na cidade), como toda jovem que almejava ter seu “dinheirinho”, permaneci lá por cinco longos anos. Aprendi sobre lidar com gente, entre tantas outras coisas. Digo “longos” por que para mim, que sempre pensei “fora da caixa”, era viver numa prisão, acorrentada, não podendo ver o sol (era assim que me sentia). Sempre quis ser livre, criar algo bom para o mundo e deixar uma marca no universo, mas neste sistema é difícil.
Então tomei coragem! Sai do supermercado e fui estagiar. Aprendi muitas coisas e fiquei alguns anos ganhando R$ 300 reais. Me efetivei e trabalhei na minha área (Contabilidade) por 2 anos, mas enjoei, pois não via possibilidade de crescimento e não podia intra-empreender na empresa (que por coincidência era outro mercado da cidade). Nesse período minha vida mudou..

Startupi: Qual foi o seu maior desafio até hoje como empreendedora?

Pâm: O maior desafio é liderar uma equipe com cinquenta jovens espalhados por diversos estados do Brasil virtualmente. Acredito que no momento este é meu grande desafio como CEO do Movimento UAM. Nem todo mundo bota a mão na massa, nem todo mundo entende o que é “comprometimento”, nem todo mundo vai estar do seu lado. É um desafio constante, reinvenção diária e doses de motivação diária.

Startupi: Conte um pouco sobre como funciona o Universitários Acima da Média.

Pâm: Somos um movimento (ainda, pois estamos em processo de tirar o CNPJ – como tudo no Brasil é demorado/burocrático, estamos ralando muito), somos uma equipe de jovens universitários diferenciados (54 Membros em 15 Estados), famintos por conhecimento e conteúdo de fora da sala de aula, buscando incansavelmente a mudança dentro de nós, e logo, mudando o mundo. Queremos provocar, inspirar, capacitar e conectar jovens universitários através do desenvolvimento de uma mentalidade empreendedora.

Somos Loucos.
Somos Ousados.
Somos Extraordinários.
Somos Acima da Média.

O UAM tem como missão provocar, inspirar, capacitar, conectar, desafiar e desenvolver o potencial empreendedor de todos os envolvidos.

Pâm contou para o Startupi que possuem um plano de crescimento desenvolvido por cada diretoria. Para o próximo semestre, planejam promover mais ações como participar da Semana Global do Empreendedorismo, criar novos programas de capacitação e firmar novas parcerias.

A meta do Universitários Acima da Média é de até 2020 atingir 250.000 universitários através de todas as ações cumprindo com as seguintes diretrizes:

  • Alcance / Representação geográfica
    Representantes em todos os 26 estados do Brasil;
    Envolvimento direto em 70 universidades.
  • Pessoas Impactadas
    Alcançar 10 mil jovens com a Oficina de Empreendedorismo;

Startupi: Como você enxerga o ensino de empreendedorismo no Brasil?

Pâm: Analisando de uma forma geral o ensino de empreendedorismo dentro das escolas/universidades no Brasil, está BEM abaixo da média! Deixando MUITO a desejar nas poucas disciplinas que tem sobre este conteúdo, com professores não empreendedores, despreparados, que não sabem nem o que estão aplicando, misturando empresarismo com empreendedorismo, sem distinção. Precisamos urgente mudar a grade de muitos cursos de graduação e pós-graduação, incrementar disciplinas novas, levar novos conhecimentos para o aluno. Até por que os anos passaram, as teorias se renovaram, os livros estão mais atualizados, o professor precisa acompanhar esse ritmo e transmitir para o aluno além do que sabe: pesquisar, inovar, se reinventar, ou seja, empreender. Mostrar que ele é um professor empreendedor, dar exemplo. Acredito piamente que se tivéssemos educação emocional, liderança, oratória entre outras matérias, os jovens acadêmicos iriam sair mais preparados para o mercado de trabalho.

Startupi: Como você avalia o interesse dos universitários em se destacar e fazer algo inovador? 

Pâm: Isso varia muito de Estado/Cidade para Estado, aqui por exemplo, onde resido, Tubarão/SC levar a mensagem de uma mentalidade empreendedora é trabalho de formiguinha! Nem todo mundo quer saber/ouvir/aprender coisas que estão fora da sua zona de conforto, preferem se acomodar e ficar no quentinho, comendo MAIS DO MESMO (e ainda te criticam)! Porém temos muitos jovens querendo fazer a diferença no seu meio universitário, empreender enquanto acadêmico, desenvolver habilidades que a faculdade não proporciona, querendo encontrar gente para se unir e iniciar um negócio educacional, querem mudar o mundo, e graças a esses jovens é que temos o Movimento Nacional Universitários Acima da Média no Brasil.

Startupi: Se você pudesse destacar o momento mais importante da sua carreira, qual seria?

Pâm: Todos os momentos são importantes né? (risos) Eles somam e marcam a nossa vida.
Mas diria que o momento mais marcante até hoje, foi quando soube que estava sendo “notada”/”avaliada” pelo master empresário Flávio Augusto da Silva, (um empreendedor que sigo fielmente desde 2012), que reside hoje em Portugal e tem mais de 3 milhões de seguidores no Facebook. O projeto que ele gere é que me deu/dá forças diariamente, o Geração de Valor, um canal maravilhoso que todo jovem deveria conhecer. Quando soube que fui uma das escolhidas por ele para ficar uma semana nos EUA ao seu lado, com certeza esse momento foi muito marcante para minha vida. Pois um dos critérios de seleção foi liderança. E estar entre 10 jovens que ele selecionou, me fez sentir muita alegria e orgulho do meu trabalho!

Startupi : Como é para você receber o Prêmio Ozires Silva? O que ele significa para você? 

Pâm: Nossa, eu fiquei (e ainda estou) de boca aberta! Ozires é um baita empreendedor que eu admiro MUITO! Ele já contribuiu diversas vezes para o Movimento UAM, já realizamos entrevista no escritório dele duas vezes. Gente, ele é um fofo! É ALEGRIA, HONRA, FELICIDADE, é isso! Significa que todo meu esforço não está sendo em vão, que cada gota de suor, cada madrugada não dormida indica que tem valido a pena. Dividirei esse prêmio com minha Equipe do UAM e meu amado noivo, Willian Miranda.

Startupi: Quais são suas expectativas para os próximos anos?

Pâm: Quero continuar trabalhando na área educacional. Impactando, mudando, construindo, ajudando jovens e mais jovens, construir muitos legados para as próximas gerações. Somos o motor que move a nossa realidade, somos os protagonistas da nossa vida, então só me resta agir, agir e agir! Não parar nunca (risos), quero que o UAM se torne um selo nacional dentro das universidades, uma ONG tão forte que receba seus reconhecimentos e que ajude cada vez mais milhares de jovens universitários pelo mundo!

O Startupi está muito feliz de contar com a Pâm no nosso time e deseja ainda mais sucesso para ela.

Para saber mais sobre o Universitários Acima da Média clique aqui.
Fique ligado no Startupi e acompanhe os novos artigos da Pâm no Espaço Universitário.