A Endeavor, uma das principais organizações de fomento e apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo, completa 15 anos no Brasil, sendo 10 deles no Rio de Janeiro. Para coroar a comemoração, a ONG acaba de divulgar a lista de 20 empresas selecionadas para fazerem parte da primeira edição do programa Promessas na Cidade Maravilhosa.

O programa Promessas surgiu de um desejo da Endeavor de ampliar seu impacto ao apoiar mais empreendedores de grande potencial. Os empreendedores recebem mentorias de alta qualidade com grandes empreendedores e especialistas que integram a rede e com isso conseguem superar seus principais desafios e se tornar empresas de alto impacto no futuro. Segundo Alexandre Caseira, Coordenador da Endeavor Rio de Janeiro, uma característica fundamental para uma empresa se tornar uma empresa de alto impacto é ter um diferencial competitivo, modelo de negócio escalável e excelência na execução.

Alexandre Caseira, Coordenador da Endeavor Rio de Janeiro

Alexandre Caseira, Coordenador da Endeavor Rio de Janeiro

Vale destacar que as empresas de alto impacto representam hoje apenas 1,5% do total no país, mas segundo estudo realizado pela Endeavor e pelo IBGE são responsáveis por gerar quase 60% dos novos postos de trabalho ao ano.

O Promessas já teve edições em São Paulo e esse ano foi expandido para todos os estados brasileiros onde a Endeavor tem escritório: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Ceará. “Em termos de resultado, só em 2014, mais de 100 empreendedores foram apoiados e juntos eles receberam mais de 600 horas em mentorias” afirma Alexandre.

Com duração de seis meses, o programa  é dividido em três etapas. A primeira delas é a seleção, na qual os candidatos são avaliados levando em consideração os seguintes critérios: diferencial competitivo, histórico de crescimento, potencial de escala e empreendedor à frente do negócio.

Em seguida, vem o diagnóstico, estágio atual dos selecionados. O empreendedor é colocado em contato com mentores e especialistas no modelo de negócio de sua empresa. É nesse estágio em que são levantados os principais desafios. A terceira e última etapa, que começa em agosto, é a das mentorias coletivas, realizadas com especialistas nos desafios levantados na fase anterior, onde empreendedores aprendem com as experiências dos mentores e ainda trocam experiências entre si.

Alexandre, em entrevista ao Startupi destaca, que nesses 15 anos da Endeavor no Brasil notou diversas mudanças no nosso ecossistema de Startups, a começar pelo empreendedorismo, termo que ainda não existia no nosso dicionário. “Havia um trabalho de mostrar que empreender era uma opção real para pessoas bem preparadas, que enxergavam uma oportunidade no mercado e não apenas uma opção ligada à necessidade, por exemplo, para quem perdeu um emprego”. De uns anos pra cá, abrir um negócio se tornou algo muito bem visto pelos brasileiros – Segundo estudo da Endeavor, 76% dos brasileiros preferiram ter uma empresa do que ser funcionário, uma das maiores taxas do mundo.

Segundo Alexandre, hoje o desafio do ecossistema está na sua própria melhoria, que inclui, por exemplo, melhorar a burocracia e barreiras existentes para quem deseja empreender ou crescer seu negócio; na capacitação do empreendedor, que ainda se prepara pouco diante dos grandes desafios que ele inevitavelmente irá enfrentar e na cultura do sonho grande, ou seja, na crença de que é possível fazer um negócio diferenciado e escalável e que de alguma forma transforme o setor em que atua.

Com isso, a Endeavor adaptou sua atuação em torno desses desafios. “Nosso objetivo é que as empresas cresçam e se tornem exemplos. Oferecemos em nosso portal acesso a conteúdos práticos para capacitação e inspiração de empreendedores, além de promover estudos sobre o ambiente brasileiro” finaliza Alexandre.

Veja a lista das 20 empresas selecionadas que irão participar da Primeira edição do Programa Promessas no Rio de Janeiro.

Nomus:  Muitas indústrias não controlam bem sua produção, o que faz com que elas tenham altos custos. Empresas usam Excell ou ERPs para controlar a produção, e não são tão eficientes. Pedro criou um software PCP que pode ser usado em qualquer tipo de indústria, por ser totalmente focado no chão de fábrica. O empreendedor estima que 1% de redução de trabalho com a utilização do software aumenta em 10% a produtividade da indústria.

Intelie:  A Intelie desenvolveu um software de análise de dados (Big Data) que possibilita o empreendedor avaliar sua empresa em tempo real, possibilitando uma rápida tomada de decisão, e consequentemente, mais competitividade. Faltava uma ferramenta que possibilitasse uma análise de dados de todos os sistemas utilizados pelas empresas, para ajudar na tomada de decisão.

LUZ:  Planilhas de Excel bem estruturadas e de fácil uso era o que mais ajuda os empreendedores no longo prazo. Percebendo essa demanda, a Luz Planilhas, uma plataforma virtual de compra de planilhas prontas, de fácil uso. São diversos tipos de planilhas, e todas vêm com um vídeo que explica como preenchê-las. Seu maior público são gerentes ou outros funcionários que desejam administrar melhor seu setor dentro de uma grande empresa, e a planilha funciona melhor do que um grande e complexo sistema de ERP nesse caso. 72% das empresas usam Excel, e dessas, 60% usam Excel mais algum software.

HZN: Não existiam lanches para celíacos (intolerantes a glúten e lactose) que fossem saborosos e com uma boa textura.A HZN fabrica os biscoitos Aruba, biscoitos sem glúten e sem lactose, atingindo o público de celíacos e intolerantes a lactose, naturebas, e daquelas pessoas que querem apenas consumir alimentos mais saudáveis. Os biscoitos são produzidos com farinha de arroz e de feijão branco e com frutas, bem natural e saudável.

Nibo: Plataforma online de gestão financeira simples e muito voltada para tomada de decisão, e que facilita o trabalho dos escritórios de contabilidade. Isso acontece, pois há uma página de interação entre empresa e contabilidade, onde todos os documentos ficam armazenados em uma nuvem, organizando e facilitando esse trabalho. Além disso, fornece uma interface exclusiva para os escritórios de contabilidade, de forma que eles consigam gerenciar todos os seus clientes em uma única plataforma. É um middleware, integrado com mais de 25 empresas de contabilidade.

Project Builder: Software de gestão de projetos com um diferencial ao agregar mais valor ao produto através de um auxílio maior aos clientes, com mentorias. O Project Builder não é apenas um software, mas uma solução de gerenciamento de projetos.

Mainô Sistemas: A  emissão de notas de importação atualmente é demorada, leva 2 dias. Além disso,  Importadores precisam saber a contribuição de cada produto na nota, e para verificar quanto de imposto cai sobre cada unidade de produtos diversos, demora muito, pois o rateio dos impostos acontece manualmente hoje em dia, e o cálculo através de uma planilha. A Maino é um Sistema de gestão para importadores. Possui ampla base de produtos já registrados de acordo com os impostos, e realiza a conta de quanto de imposto decorre sobre cada unidade.

Diagnext: Áreas remotas muitas vezes não têm acesso à exames como mamografia, e quando têm é muito caro por causa sobrecarga gerada pela alta utilização da rede Telecom, que faz com que a transmissão dos laudos seja cara e em uma rede instável.  A Diagnext é um operador de infraestrutura para telemedicina, e existe há 4 anos. Ou seja, fornece a infraestrutura para transmissão de laudos como em teleradiologia, e seus sistema, desenvolvido pela própria Diagnext, é inovador pois consome muito menos a rede, sem causar sobrecarga e instabilidade, e reduzindo os custos.

Triad: Pesquisa de mercado com auditoria de preço em PDV. Com um sistema de coleta de dados de desenvolvimento próprio, a  Triad consegue ter 70% dos inputs com prova fotográfica, algo muito útil pra empresas que auditam a que preço seus distribuidores estão vendendo seus produtos. Além disso, possuem uma plataforma de inteligência de dados de monitoramento web, que  indica a percepção que as pessoas tem sobre o mercado, marcas produtos, integrando diversos métodos em um ambiente ideal para análise em apenas um clique.

Athenas: A Athenas criou um sistema de gestão de portos e terminais completo, e é a única que realiza a operação, aduana e gestão para terminais secos e molhados. O produto integra toda a operação do terminal, da biometria no portão ao guindaste; realiza a conversa inteligente entre todos os hardwares.

PEBmed: Estudantes de medicina e médicos em início de carreira tem necessidade de fazer algumas rápidas checagens sobre doenças, sintomas, etc no seu durante o dia. Um grupo de 3 médicos criou 20 aplicativos com o objetivo de facilitar a vida dos médicos.

iRestaurante: A maiora dos restaurantes não gerenciam bem seus salões, e, principalmente, não conhecem seus clientes. Ou seja, o dono de um restaurante, quando perguntado, não sabe dizer quantos clientes chegaram por reserva, quantos desistiram de comer lá por conta da fila, e quantos desses são clientes fiés/recorrentes.  O iRestaurante ajuda o dono a gerenciar o salão e o relacionamento com clientes, ajuda o maitre e a hostess. É um software desenvolvido para tablets.

Brownie do Luiz: Luiz percebeu que quando levava os brownies que fazia para a escola, seus amigos brigavam por um pedaço.  Luiz começou a fazer brownies para vender, e sempre esteve correndo para dar conta da demanda. Atualmente possui uma fábrica própria e duas lojas, e sua marca, Brownie do Luiz, é muito procurada no Rio.

Chef’s Club: Restaurantes não estão com todas as mesas ocupadas em todos os momentos do dia. O Chef’s Club  traz maior produtividade para o restaurante, ao oferecer descontos para clientes em horários de menor movimento. É uma alternativa para trazer fluxo para o restaurante, e oportunidade para o cliente de comer em um restaurante de qualidade por um preço menor.

Coco Legal: O coco, após ser colhido, dura 15 dias. A maioria dos cocos que consumimos, vêm do Nordeste, e precisam ser rapidamente transportados para as outras regiões. A água de coco fresca é consumida praticamente apenas na orla, e o coco não é uma fruta muito prática, o que dificulta o consumo em restaurantes e em casa. Além disso, água de coco engarrafada normalmente não tem o mesmo gosto da água de coco fresca, mas a Coco Legal é diferente. Produz  água de coco engarrafada 100% natural e fresca. Isso é possível devido ao armazenamento da água de coco que foi engarrafada pura a uma temperatura de 5 graus. Fresca e deliciosa!

Ibooking: O Ibooking é um sistema de gestão de hotéis de pequeno e médio porte completo, para que o hoteleiro não precise mais de terceiros para realizar vendas, para colocar o hotel no topo da cadeia de distribuição. O hoteleiro passa a possuir ferramentas de gestão, e um sistema que integra o front desk com um gestor de canais de distribuição. O ibooking permite que o hoteleiro tenha um motor de reservas no site do próprio hotel, viabilizando vendas diretas. Além disso, ele gerencia esse motor de reservas  e os outros canais de distribuição, solucionando o problema de reservas do hotel.

Voopter:  O Voopter é o comparador de preços de passagens aéreas #1 do Brasil, segundo a SimilarWeb / certificado pelo Google Analytics. Já possuem 1MM de usuários por mês e mais de 7MM de usuários únicos desde o nosso lançamento há dois anos e meio, sem contar com o tráfego dos aplicativos mobile.

Nutrebem: A obesidade é um sério problema de saúde mundial, e a educação alimentar deve vir principalmente das escolas. Hoje e dia, os pais não o que seus filhos consomem enquanto estão no colégio.  A Nutrebem (Easy Food)  é uma gestora de meios de pagamento para cantinas escolares, que permite que os pais saibam o que seus filhos comem. Cada criança possui um cartão e realiza sua compra através de um totem de auto-atendimento, o que reduz muito as filas da cantina. Os pais sabem o que os filhos consomem, e, ao final de um período, recebem um boletim nutricional com a média do que foi consumido, e sugestões de opções mais saudáveis.

Finxi: A Finxi desenvolve soluções em tecnologia para ajudar seus clientes a alcançar seus objetivos. Com experiência em clientes de diferentes tamanhos, a Finxi desenvolve softwares próprios e para clientes.

Intcom: A Intcom desenvolveu um sistema que verifica todas as certificações dos tripulantes, para que todos estejam OK na hora de embarcar e não hajam imprevistos ou custos excedentes. O produto funciona para terceirizar a gestão de tripulantes. É como um CRM de tripulantes para melhorar o trabalho do RH tanto de empresas de óleo e gás, quanto qualquer outro setor que trabalha embarcado, até mesmo turismo.