*Conube

É natural que o número de colaboradores de uma empresa aumente de acordo com o seu crescimento e cada vez vai ficando mais importante saber contratar bons funcionários para que o negócio siga sempre evoluindo. Dependendo das atividades da empresa, os gestores preferem a terceirização dos serviços ao invés de contratar mais mão de obra. Essa saída acaba sendo uma forma de poupar esforços e diminuir os riscos de uma contratação mal feita, além disso, não cria vínculos empregatícios.

Como saber se estou precisando contratar?

Ficar atento ao dia a dia de sua empresa é de suma importância para perceber quando é a hora de contratar mais funcionários e aumentar seu time. Os sinais são óbvios, mas se você não está acompanhando o que está acontecendo com o seu negócio, podem passar despercebidos e fazer com que você adie essa decisão, muitas vezes prejudicando o andamento da empresa.

  • Não atende à demanda? Se sua equipe não está conseguindo atender ao número de pedidos e serviços, nem sempre é por incompetência de seus colaboradores. Inclusive, na maior parte dos casos, eles estão sobrecarregados e, por isso, não conseguem dar conta. É hora de reforçar o time.
  • Está dispensando clientes? Às vezes, preterir clientes pode até ser uma estratégia para não crescer de uma forma desproporcional e mal planejada, mas o mais comum é que todo o empresário que se preze levante as mãos para o céu se está chovendo clientes, então o ideal é tentar atender a todos. Se está dispensando, talvez seja porque não tem equipe para suprir. É hora de contratar.
  • Os prazos não estão sendo cumpridos? Esse é outro sinal evidente de que o time está desfalcado. Claro que, antes de tudo, se deve fazer uma análise do rendimento dos atuais funcionários para ver se a produtividade está a contento, mas, feita essa checagem, está claro que a equipe precisa aumentar para que as responsabilidades se dividam e, por consequência, os prazos sejam cumpridos.
  • Muitas horas extras? Um dia ou outro, é normal contar com uma hora extra de um funcionário para finalizar aquele trabalho mais urgente, mas quando isso se torna muito corriqueiro, é melhor optar por contratar mais alguém, já que, muitas vezes, o que se gasta pagando horas extras é o que iria se gastar para investir em outro colaborador. Sem contar que o rendimento seria outro, já que o funcionário que cumpre muitas horas fora do expediente também pode ter sua produtividade afetada.

As dicas para contratar

  • Entenda as suas necessidades: Se houver a necessidade, não se deve economizar com a equipe, mas muitas vezes é possível resolver algum problema com outras ações, como um remanejamento de colaboradores de um setor para outro, por exemplo, isso pode evitar um custo a mais em um momento desnecessário. Por isso que é tão importante que o gestor esteja totalmente por dentro de todos os processos que envolvem sua empresa para constatar a real necessidade de admissão de funcionários.
  • Processo de seleção: Esta é uma etapa muito importante do processo porque é o momento de atrair os melhores candidatos. É interessante postar anúncios em veículos especializados, mas ao mesmo tempo de grande circulação. Um texto bem escrito no anúncio também é essencial, já que é a partir dele que os possíveis colaboradores chegarão. É aí que o empresário já vai filtrar bastante o número de candidatos, trazendo apenas aqueles dentro do perfil exigido.
  • Seleção dos melhores: Analise detalhadamente cada currículo recebido procurando identificar nos pretendentes as qualidades necessárias para ocupar o cargo em aberto. Separe aqueles que mais chamaram a sua atenção, sempre considerando que quando o candidato elabora um currículo, ele certamente exalta suas habilidades e nunca aponta seus defeitos.
  • Saiba conduzir as entrevistas: A etapa seguinte é a entrevista com cada um que teve seu currículo selecionado. Além de perguntas bem objetivas, olhe nos olhos de cada um e tente perceber quais são aqueles que mais se identificam com os propósitos e também com os princípios da sua empresa.
  • Avalie o histórico: Além do bate-papo com o candidato e a análise do currículo, a única fonte de informações que o empresário terá quando estiver contratando virá das empresas anteriores do futuro colaborador. Isso poderá evitar erros e desgastes. Um telefonema ou uma carta de recomendação poderá poupar você de muitos problemas.
  • Pós-escolha: Depois de todo esse processo e mesmo acertando em todas as etapas, nada como a prática. Para isso, é inevitável que haja um período de treinamento e de adaptação para o novo colaborador. Mas uma certeza que se tem é a de que todo esse esforço não valerá de nada se a escolha do funcionário não foi a mais adequada, portanto, fique muito atento a todos os passos para tomar a decisão mais sensata.

 

*A Conube é um Escritório de Contabilidade Online criado sob medida para quem quer abrir empresa ou quem já tem empresa aberta e quer praticidade e tranquilidade para o seu dia a dia. Com a Conube, você emite notas fiscais, acompanha as atividades fiscais e trabalhistas da sua empresa através de uma linha do tempo, gerencia o calendário para pagamento de impostos e tudo com o suporte de experientes contadores. Controle tudo pela internet de forma simples, rápida e interativa.

Imagem: Hand holding we are hiring announcement via Shutterstock