Michelle Regner (CEO da Near Me) publicou recentemente um artigo no VentureBeat onde ela comenta sobre alguns mitos que o mercado fala sobre o modelo de “marketplace” e também dá algumas dicas para que o seu negócio possa ser o “próximo Airbnb”. Confira as dicas:

A Verdade Sobre Marketplaces

Em um nível fundamental, peer-to-peer é e-commerce. E para um negócio bem sucedido de e-commerce você precisa de três coisas:

  1. Um mercado-alvo com um grande problema ou necessidade não atendida;
  2. Um mercado-alvo que está procurando ativamente para resolver esse problema ou necessidade;
  3. Um mercado-alvo que está disposto a gastar dinheiro para resolver esse problema ou necessidade.

Em outras palavras, você precisa de tráfego e você precisa converter esse tráfego.

Vá fundo nos seus KPIs

Antes de iniciar um marketplace peer-to-peer, você precisa conhecer os seguintes indicadores-chave de desempenho.

  1. Estimativa de tráfego orgânico, pago e social;
  2. Taxa de conversão por canal de tráfego;
  3. Custo de aquisição de cliente por canal de tráfego;
  4. Valor médio de transação por canal de tráfego;
  5. Valor da vida de cada cliente.

Passando por este exercício, você irá compreender plenamente o nível unitário da sua economia para a sua ideia de negócio.

A falácia do tráfego orgânico

Enquanto nós estamos quebrando um mito, também poderíamos muito bem destruir o outro, certo?

Muitas vezes ouvimos que o tráfego orgânico é livre, e isso não é verdadeiro. Para criar o tráfego orgânico você precisa gerar uma grande quantidade de conteúdo. E conteúdo leva tempo, e tempo custa dinheiro. Se você não tem tempo, você vai precisar contratar quem faça conteúdo para você.

A falácia do “Inventário”

Muitos empreendedores começam um marketplace, pois acreditam que não terão que comprar inventários. Pode até ser que eles não comprem os inventários tradicionais, mas comprarão de algum outro tipo – vendedores de mercado.

Então antes de começar no mercado para-peer-to-peer, faça a lição de casa. Pense sobre tráfego e conversão. Pense sobre o quanto vai custar para você adquirir um cliente. Se você pensar sobre todas essas coisas, você então poderá construir um negócio que irá resistir ao teste do tempo.

Imagem: Eugene Sergeev via Shutterstock