Foi apresentado nesta segunda-feira (24), durante a 3ª Conferência Nacional de Investimento Anjo, promovida pela Anjos do Brasil, um levantamento sobre o mercado de investimento anjo no período 2013/2014. A pesquisa, apresentada por Cassio Spina, fundador da organização, mostrou que essa modalidade de aporte teve um aumento de 11% no período entre julho de 2013 e junho de 2014, totalizando R$ 688 milhões investidos, contra R$ 619 milhões do período 2012/2013.

Seguindo a mesma linha de crescimento, o número de investidores anjos no Brasil cresceu 9%, passando de 6.450 pessoas para 7.060. No ano anterior, o crescimento apontado foi de 2,3%. O valor médio por investidor também aumentou: passou de R$ 96 mil no período 2012/2013 para R$ 97.500 em 2013/2014, um aumento de 2%.

“O crescimento deste ano foi afetado pela perspectiva negativa da economia, bem como a Copa do Mundo, entretanto, ainda assim tivemos uma evolução bem superior aos outros índices econômicos, demonstrando o potencial da investimento anjo” afirma Cassio Spina.

De acordo com prospecção da Anjos do Brasil, os investidores anjo têm disponibilidade para investir individualmente até R$ 339 mil nós próximos dois anos, ou seja, cerca de 174% a mais em relação a 2013-2014. Esse número demonstra um potencial de investimento em torno de R$ 2,9 bilhões, muita acima do que deverá ser efetivado, devido a falta de políticas de proteção e estímulo a atividade.

A boa noticia apresentada na Conferência é que o Projeto de Lei PLS 54/2014 de fomento ao investimento anjo teve parecer favorável pelo relator da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, devendo seguir adiante na sua tramitação.

Sobre o evento

A 3ª Conferência Nacional de Investimento Anjo reuniu cerca de 450 pessoas no auditório da Fundação Getúlio Vargas, em Bela Vista, São Paulo. A iniciativa, idealizada pela Anjos do Brasil, debateu três diferentes temas: “Empreender com inovação e impacto”; “Como buscar investimento anjo” e “Boas práticas para investimento anjo”. Desmistificando a imagem dos investidores anjo, os participantes acompanharam palestras de grandes nomes envolvidos no mercado de startups e tecnologias, como a do investidor Cassio Spina, fundador da organização, Rodrigo Menezes da Derraik& Menezes, Mariana Macário, do Google; Bob Wolehim do Grupo ABC, Ana Fontes da Rede Mulher Empreendedora e Gustavo Caetano, CEO da SambaTech.

Sobre a Anjos do Brasil

A Anjos do Brasil é uma organização sem fins lucrativos que busca fomentar a cultura do investimento anjo em todo o Brasil. Compartilhando experiência e conhecimentos com empreendedores, a organização cria uma rede de relacionamento, com alto potencial de impacto em aporte financeiro e intelectual.