A convite da Intel, o Startupi, representado por mim – Renato Ribeiro –, está cobrindo o evento Intel Global Challenge 2014 em Berkeley, na California, entre 3 e 6 de novembro. Uma competição mundial de startups promovida anualmente pela empresa com o propósito de fomentar e apoiar novos empreendedores com projetos tecnológicos inovadores para a construção de um futuro melhor.

Partindo de um processo criterioso, a empresa promoveu no meio deste ano uma competição nacional que teve como vencedor a startup Bliive. Selecionada para participar de uma segunda etapa, reunindo os vencedores da América Latina em um processo de mentoria dentro do Younoodle, em San Francisco. Desta turma, apenas cinco startups latinas foram selecionadas para as finais na etapa global do desafio que conta com a participação de vinte e seis projetos.

Com uma proposta inovadora, a startup Bliive é uma rede colaborativa que está reinventando a forma com que as pessoas compartilham seu tempo e conhecimento em troca de novas experiências. Inspirada por documentários sobre economia alternativa e palestras do TED, Lorrana Scarpioni uma jovem de 24 anos – inteligente, bonita e simpática –, decidiu fazer diferente, fugindo dos meios tradicionais.

Seguindo o caminho oposto da grande maioria das startups, Scarpioni não pensou no seu modelo de negócios a partir de um problema próximo. Ela simplesmente parou para pensar no que poderia fazer de legal pelo mundo. Com essa visão macro e colaborativa, a jovem foi escolhida no final de Abril pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) em uma publicação da revista Technology Review, como um dos dez brasileiros mais inovadores com menos de 35 anos.

Hoje, depois de 1 ano e 4 meses após lançada, a rede de colaboração Bliive possui 50 mil usuários ativos em mais de 100 países. Com perspectiva de crescimento exponencial até Maio do próximo ano, a equipe se prepara para o recebimento de investimentos neste mês e estuda a possibilidade de um escritório em San Francisco.

A jovem empreendedora e um dos seus sócios – Zé Fernandes –, estão preparados para as semi-finais do Intel Global Challenge que acontece hoje. Cada equipe apresentará o seu pitch de 10 minutos e responderão a uma rodada de perguntas que serão feitas pelos juízes do evento.

Paralelamente, a Intel está promovendo aos competidores a oportunidade de levarem para casa um prêmio extra de cinco mil dólares, que será entregue a equipe que conseguir um maior engajamento nas suas redes sociais.

Que tal apoiarmos estes jovens empreendedores brasileiros? Únicos representantes do nosso país no evento mundial. Para isso, basta seguir as redes socias do Bliive (twitter.com/webliive e Instagram instagram.com/lorranascarpioni), retwitando ou dando likes nos posts que tiverem a hashtag #IntelChallenge.

Boa sorte a todos os participantes e que vença o … Brasil! (risos)

Foto: Adauto Menezes.